É normal que diferentes idiomas tenham diferentes nomes para um objeto, mas aqui não vamos falar simplesmente dessas diferenças, mas sim de como são carinhosamente chamadas as nossas “magrelas“.

O que acontece é que o mesmo idioma é falado em diferentes países e cada país ou região pode dar um apelido (alcunha) diferente para cada objeto.

Primeiro, vamos ver o nome formal de “bicicleta” em alguns idiomas:

A palavra bicicleta deriva do grego bi (dois) e kyklos (rodas). Do inglês bicycle com o diminutivo francês bicyclette, foi adaptado do castelhano como bicicleta.

Alemão: fahrrad
Coreano: jajeongo
Esperanto: biciklo
Italiano: bicicletta
Francês: vélo, bicyclette
Inglês: bike, bicycle
Japonês: jitensha
Polonês: rower
Português: bicicleta
Norueguês: sykkel
Romeno: bicicletă
Grego: ποδήλατο
Papiamento: baiskel

Ainda que bike (em inglês) e bici (em espanhol) sejam os nomes mais populares, existem outras dezenas de nomes carinhosos para se referir às bicicletas. Selecionamos algumas variantes regionais:

Argentina: bici, bichi, cleta, cabra
Brasil: camelo, magrela
Portugal: bicla
Chile: cleta, cicla, chancha, chufla
Colombia: burra, cicla
Costa Rica: bicla, cleta, muca
Cuba: chiva, nave, chibo
Equador: chiva, huesuda
Espanha: bici, burra
Guatemala: baica, cicle, virula
México: bici, baica, bicla, birula, burra, camella, rila, zaica, cleta
Perú: ticle.
Uruguai: chiva

Obviamente essa lista não está concluída, existem outras centenas de apelidos, mas estou certo de que aqui estão alguns dos sinônimos de bicicleta mais conhecidos, principalmente no mundo hispânico.

E em seu país, região ou cidade, como é conhecida a bicicleta?