Aprenda idiomas online - Valosas dicas para aprender idiomas

Puhutko suomea? Aposte na língua finlandesa!

8

Puhutko suomea? (você fala finlandês?) – a esta pergunta responderam cerca de 4,7 milhões de pessoas com Kyllä (sim). Na Finlândia, cerca de 4,1 milhões de pessoas, ou seja, 92% da população fala finlandês como língua materna. Na Suécia, o finlandês é uma língua minoritária oficial e é falado por cerca de 300.000 pessoas. Há também pequenas minorias que falam o finlandês no norte da Noruega, Carélia e Estônia.

A língua finlandesa é membro da família de línguas fino-úgricas. Outras línguas fino-úgricas são o húngaro e o estoniano. Estas são línguas aglutinantes e diferem muito das línguas indo-europeias.

Além do finlandês, a Finlândia tem o sueco como língua oficial Até 1806, a Finlândia foi parte do reino sueco e desde então o sueco tem um papel importante na sociedade finlandesa. Os 26.000 habitantes da ilha de Åland usam sueco como a única língua coloquial e oficial.

Está interessado em estudar línguas estrangeiras?

Já procurou alternativas úteis e interessantes entre as línguas mais raras? Surpreendentemente, muitas portas abrem-se para quem domine uma língua pouco falada ao nível mundial. E o finlandês pertence às pequenas línguas europeias. Há várias profissões nas quais se precisa de pessoas que saibam falar finlandês.

Não é difícil encontrar um lugar onde se possa estudar finlandês, pois quase 90 universidades espalhadas pelo mundo inteiro oferecem cursos de língua e cultura finlandesas.

O finlandês é uma língua fino-úgrica, nórdica e europeia

Em diversos cantos do mundo há pessoas que se entusiasmaram pela língua finlandesa. As motivações para estudar finlandês são bastante variadas. Para muitos o interesse é rigorosamente linguístico. O finlandês pertence às línguas fino-úgricas, as quais constituem o maior grupo das línguas uralianas. Os seus parentes linguísticos mais próximos são as outras línguas fino-bálticas: por exemplo o careliano, o estoniano e o livônico. Outros parentes mais distantes incluem o húngaro.

O finlandês é um bom complemento para os currículos de estudantes de linguística, pois a maioria deles precisa de incluir nos seus estudos alguma língua não indo-europeia. Além disso, o finlandês está muitas vezes incluído nos currículos dos estudantes da Filologia Fino-úgrica ou de uma das línguas relacionadas.

Muitos interessam-se pelo finlandês por se tratar de uma língua nórdica – e é verdade que em muitos casos o ensino de finlandês tem lugar nos departamentos de Filologia Escandinava. Contudo, o finlandês não é relacionado com as outras línguas escandinavas. Não obstante, existe uma abundância de outras ligações entre os países nórdicos. A Finlândia tem uma forte identidade nórdica: quanto às suas tradições, sua cultura, sua história e suas condições sociais, o país está mais próximo dos outros países nórdicos do que dos seus vários parentes linguísticos. Esta proximidade é fortalecida pelo fato da Finlândia ser um país bilíngue com uma rica cultura de língua sueca.

A Finlândia é um ponto de encontro entre o Leste e o Ocidente. Além dos países nórdicos a Finlândia tem relações fortes com os seus outros vizinhos, ou seja, com a Rússia e os países bálticos. A localização geopolítica da Finlândia tem atraído novos estudantes de finlandês. Isto quer dizer que a língua também está a ser estudada a partir de uma perspectiva de “area studies”!

Contudo, o finlandês é acima de tudo uma língua europeia. A adesão da Finlândia à União Europeia em 1995 e a posição do finlandês como uma das línguas oficiais da União Europeia têm contribuído a um fenomenal aumento do interesse dos estudantes internacionais em estudos relacionados com a língua, cultura, política e sociedade finlandesas. Os outros estados membros e a administração central da União Europeia precisam de profissionais que conheçam a cultura e a língua finlandesas e saibam a língua finlandesa. Há cada vez mais procura por tradutores e intérpretes. Quem souber finlandês terá assim muitas e interessantes oportunidades de emprego.

A Finlândia também tem muito para oferecer como lugar de estudo: o país orgulha-se com a alta qualidade do ensino, da investigação e dos serviços para estudantes. Exemplos de campos em que o saber dos finlandeses tem sido internacionalmente reconhecido são as tecnologias de informação, biotecnologia, ciências ambientais e florestais e os programas de estudos árcticos, bem como arquitetura, design e música. Também há ensino disponível em outras línguas além do finlandês, pois todas as instituições de ensino superior oferecem blocos de estudos de dimensões variadas especificamente para estudantes internacionais.

Geralmente estes blocos são ensinados em inglês. Por isso, o domínio da língua finlandesa não é indispensável, mas com certeza ajuda na adaptação ao país. A língua finlandesa é a chave para entender a Finlândia e o que significa ser finlandês, além de vários fenômenos do quotidiano: quem sabe falar a língua consequentemente aproveita melhor uma nova cultura.

É óbvio que alguns estudantes de finlandês têm motivos puramente pessoais para os seus estudos – por exemplo, querem aprender a língua dos seus antepassados ou da pessoa que amam. Os estudos podem também ser motivados por qualquer tema relacionado com a língua, a cultura, a natureza, a sociedade ou a história finlandesas.

Então, onde é que finlandês é preciso?

As pessoas que estudaram finlandês conseguem interessantes empregos internacionais por exemplo nos campos da cultura, ciência, ensino e tecnologia. Trabalham como professores, pesquisadores, intérpretes, tradutores e jornalistas. Guias turísticos e diplomatas podem também tirar proveito do fato de saber finlandês. Do mesmo modo o finlandês é útil para quem trabalha no comércio ou nos negócios ou como funcionário público da União Europeia.

Oportunidades de estudo em três continentes

É possível estudar a língua finlandesa em cerca de 90 universidades localizadas em quase 30 países em várias partes do mundo – em quase todos os países europeus, na Ásia e na América do Norte. Existem mais de cem professores de finlandês com mais de dois mil estudantes nas universidades do mundo inteiro.

Dependendo de cada universidade, o ensino de finlandês tem-se desenvolvido de formas diferentes dentro de vários departamentos. Pode-se tratar de uma seção, de uma linha de orientação ou de um programa de estudos independente. Geralmente a língua finlandesa é ensinada num departamento de Filologia Fino-úgrica. Além disso, existe ensino de finlandês em alguns departamentos de Linguística Geral, Estudos Escandinavos, Estudos Eslávicos e mesmo de Estudos Orientais.

Algumas universidades criaram departamentos de Língua Finlandesa, mas outras ensinam finlandês apenas nos seus centros de línguas. Consequentemente, a posição dos estudos de finlandês nas universidades do mundo varia entre uma disciplina principal e uma opção completamente voluntária.

A oferta e as ênfases do ensino variam bastante nas diferentes universidades. No entanto, é comum que além de estudar a língua o estudante receba uma forte dose de outros conhecimentos sobre a Finlândia. Entre outros temas há aulas da cultura, literatura, geografia e história finlandesas.

Os estudantes mais avançados da língua e da cultura finlandesas podem ainda desenvolver os seus conhecimentos nos cursos de verão intensivos na Finlândia. Estes cursos muitas vezes são oferecidos gratuitamente para estudantes. Aqueles que estão quase a terminar ou já terminaram os seus estudos podem candidatar-se a bolsas destinadas aos estudos conducentes à licenciatura, à recolha de materiais para uma tese de mestrado ou aos estudos de pós-graduação e investigação numa universidade finlandesa.

Os estudantes de intercâmbio que chegam à Finlândia podem participar em cursos de língua finlandesa durante o ano lectivo. Os estudantes podem ainda desenvolver os seus conhecimentos de finlandês fazendo um estágio na Finlândia.

Por Mika Palo em Aposte no finlandês!

- Publicidade -

Você vai gostar também

- Publicidade -

Não perca nossas novidades!

Assine nossa newsletter e receba novidades e dicas grátis em seu email.

Muito bem! Confirme seu email e você receberá dicas em primeira-mão! :)