- Publicidade -

Português do Brasil X Português de Portugal

Sabemos que a língua portuguesa falada no Brasil apresenta algumas diferenças em relação à língua falada em Portugal. Observe a seguir, três aspectos em que essas diferenças costumam ocorrer: vocabulário, fonética e sintaxe.

1. Vocabulário

Ao compararmos as duas línguas, percebemos que uma série de palavras utilizadas no português do Brasil não são as mesmas encontradas no português lusitano. Veja exemplos na tabela abaixo:

Português do Brasil Português de Portugal
abridor tira-cápsulas
açougue talho
aeromoça hospedeira de bordo
apostila sebenta
bala rebuçado
banheiro casa de banho
cafezinho bica
carteira de identidade bilhete de identidade
carteira de motorista carta de condução
celular telemóvel
conversível descapotável
faixa de pedestres passadeira
fila bicha
geladeira frigorífico
grampeador agrafador
história em quadrinhos banda desenhada
injeção pica
meias peúgas
ônibus autocarro
pedestre peão
ponto de ônibus paragem
professor particular explicador
sanduíche sandes
sorvete gelado
suco sumo
trem comboio
vitrine montra
xícara chávena

2. Fonética

A diferença na pronúncia é a que mais se evidencia quando comparamos as duas variantes. Os brasileiros possuem um ritmo de fala mais lento, no qual tanto as vogais átonas quanto as vogais tônicas são claramente pronunciadas. Em Portugal, por outro lado, os falantes costumam “eliminar” as vogais átonas, pronunciando bem apenas as vogais tônicas. Observe:

menino m’nino
esperança esp’rança
pedaço p’daço

3. Sintaxe

Algumas construções sintáticas comuns no Brasil não costumam ser utilizadas em Portugal, tais como:

– Colocação do pronome oblíquo em início de frase.

Me dá um presente? Dá-me um presente?

– Emprego da preposição em, ao invés de a.

Vou na escola hoje. Vou à escola hoje.

– Uso frequente de gerúndio, ao invés de infinitivo precedido de preposição.

Estou preparando o almoço. Estou a preparar o almoço.

- Publicidade -

Artigos recomendados