- Publicidade -

Phrasal Verbs (Verbos de Relacionamento)

Se você tem o hábito de ler, assistir a filmes em inglês e ou entrar em contato com o idioma de outras maneiras tão ricas quanto essas, com certeza já deparou-se com um phrasal verb, que nada mais é do que a combinação de um verbo com uma preposição ou advérbio.

verbo: palavra que descreve uma ação; – preposição: descreve a relação entre duas palavras (ex: o livro está sobre a mesa); – advérbio: descreve o verbo (ex: escrevo rapidamente quando estou inspirado).


Você vai encontrar nesse artigo:

  1. O que é um phrasal verb?

    Phrasal verbs transitivos e intransitivos
    Phrasal verbs separáveis

  2. O uso dos phrasal verbs.

    Quantos phrasal verbs existem?

  3. Os phrasal verbs mais utilizados.


O que é um phrasal verb?

O phrasal verb é composto de um verbo + uma preposição ou, em alguns casos, de um verbo + duas preposições. Eles são, às vezes, chamados de multi-word verbs, porém são geralmente mais conhecidos como phrasal verbs.

O verbo juntamente com a preposição forma uma nova unidade linguística que apresenta um significado geralmente bastante diferente daquele do verbo original, destituído da preposição.

Tomemos, por exemplo, o verbo whip, cujo significado em português é “chicotear” ou “bater” (clara de ovos, creme, etc.). Vamos agora examinar o phrasal verb whip up. Imagine que inesperadamente você receba algumas visitas na hora do almoço e não tenha nada para oferecer-lhes, mas há alguns ovos e queijo na geladeira. Você poderá dizer: I’ll whin up a cheese omelet for lunch.

Em português, whip up significa “preparar rapidamente algo para comer”. Pode-se, nesse exemplo, verificar que o sentido original do verbo whip não tem nenhuma relação com o phrasal verb whin up. A preposição up não nos ajuda em nada a descobrir o significado do phrasal verb em questão. Infelizmente, para os estudantes da língua inglesa, é o que ocorre com a maioria dos phrasal verbs.

É importante lembrar que o significado tem pouquíssima ou nenhuma relação com o significado dos elementos que o constituem, isto é, o verbo e a preposição. Simplesmente, lembre-se de que você deve saber o significado isolado dos elementos que constituem o phrasal verbs, porém esse seu conhecimento semântico não o ajudará a entender o phrasal verbs.

Por essa razão, o estudante de inglês deve aprender e praticar se deseja desenvolver uma competência razoavelmente boa no domínio.

Phrasal verbs transitivos e intransitivos

Os phrasal verbs podem ser transitivos (vt), intransitivos (vi) e alguns deles podem ser transitivos ou intransitivos (vt+vi). Os phrasal verbs transitivos são aqueles que exigem um objeto. O phrasal verb look into (investigar) é transitivo, pois sempre investigamos algo. “The detective is looking into the robbery” (O detetive está investigando o furto).

Os phrasal verbs intransitivos são aqueles que não exigem um objeto. Quando dizemos: “Mary sleeps in on Sundays” (Mary dorme até tarde aos domingos), o phrasal verb sleep in (dormir até tarde) é intransitivo. Em alguns casos, um phrasal verb pode exigir um objeto ou então dispensá-lo.

Compare as orações abaixo, nas quais o phrasal verb hang up (vt+vi desligar) é utilizado: “Paul hung up the telephone”, “Paul said goodbye to Janet and hung up“. Na primeira oração, o phrasal verb é transitivo porque está ligado ao objeto direto (the telephone) e, na segunda, o phrasal verb é intransitivo, pois não exige objeto algum.

Phrasal verbs separáveis

Em alguns casos, os phrasal verbs podem ser separáveis e o objeto do phrasal verb é distribuído entre o verbo e a preposição. Essa separação não altera o significado da oração de modo algum. Ao retornarmos uma das orações anteriores, podemos dizer: “Paul jung the telephone up“. Do mesmo modo, podemos dizer: “Turn the radio off” ou “Turn off the radio”, “I’ll call up Mary” ou “I’ll call Mary up“.

Com relação à separação dos constituintes do phrasal verb, é importante destacar que, quando substituímos o objeto do phrasal verb por um pronome oblíquo, o pronome é sempre distribuído entre o verbo e a preposição. Diante disso, “Turn off the radio” torna-se “Turn it off” e “I’ll call up Mary” torna-se “I’ll call her up“.

O uso dos phrasal verbs

Os phrasal verbs são usados por todos os falantes nativos do inglês, com grande frequência. Não há como escapar deles. Eles são parte integrante dos discursos formais e informais. Em muitos casos, há um verbo comum (não phrasal verb) que pode descrever uma ação, mas o falante nativo do inglês usará um phrasal verb em seu lugar.

Por exemplo, podemos dizer: “He went to the counter and ordered a coffee”, usando o verbo go, porém um falante nativo do inglês provavelmente diria: “He went up to the counter and ordered a coffee”. Go up é um phrasal verb que significa chegar próximo ou na frente (de alguém ou de algo).

Quando os alunos escrevem ou falam inglês, há uma tendência em utilizar os verbos de origem latina, pois aprenderam esses verbos e se sentem seguros ao utilizá-los. Diante disso, é mais fácil para o estudante brasileiro que está estudando inglês lançar mão dos verbos invent (inventar) ou imagine (imaginar) que têm raízes latinas do que usar o phrasal verb make up. No entanto, quando o estudante brasileiro da língua inglesa usa esses verbos em lugar dos phrasal verbs, bem mais comuns, isso geralmente soa estranho ou artificial ao falante nativo do inglês.

Imagine o seguinte exemplo: você está jogando xadrez com um americano, ele está ganhando o jogo e é apenas uma questão de alguns movimentos para que lhe dê o xeque-mate. A vitória dele é inevitável. Você levanta as mãos e diz: “I desist!” (Eu desisto!). O americano provavelmente responderá: “What?!” (Como?!).

Bem, o verbo desist existe em inglês, mas é tão pouco utilizado que o seu uso, atualmente, está praticamente restrito à linguagem literária. Um nativo do inglês teria dito: “I give up!” (Eu desisto!).

Não podemos afirmar que o uso dos phrasal verbs é uma maneira diferente de dizer as coisas, porque muitas vezes não há substitutos para eles. Algumas vezes, a única maneira de expressar nossas ideias só pode ocorrer com o uso do phrasal verb.

De que outra maneira poderíamos dizer “Turn on the light” (Acenda a luz!) ou “Turn off the TV!” (Desligue a TV!)? É muito comum para o nativo do inglês não ter noção de que um verbo comum possa ser substituído por um phrasal verb. Pergunte a um americano quais os verbos que poderiam substituir get up (levantar-se) wake up (acordar) ou put on clothes (vestir uma roupa).

Quantos phrasal verbs existem?

Afinal, quantos phrasal verbs existem na língua inglesa? Há milhares, e o número deles está constantemente aumentando. A cada ano, novos phrasal verbs entram para a língua, especialmente nas áreas de tecnologia e ciências.

Há tantos phrasal verbs porque um verbo “comum” pode ser a origem de grande número de phrasal verbs. Tomemos o verbo to look como exemplo. Só com esse verbo, há dezoito phrasal verbs: look after, look ahead, look around, look at, look back, look down on, look for, look forward to, look in on, look into, look on, look upon, look out, look out for, look over, look through, look up, look up to.

Além do mais, alguns phrasal verbs apresentam significados múltiplos. Levando-se em consideração que de um único verbo podem-se originar muitos phrasal verbs e que cada um deles geralmente apresenta mais de um significado, podemos, então, vislumbrar por que existem tantos phrasal verbs.

O falante nativo do inglês conhece e usa milhares de phrasal verbs. Simplesmente pegue um jornal ou uma revista, ou assista à TV ou a um filme, e você verá que os phrasal verbs pipocam a toda hora.

Os phrasal verbs mais utilizados

Alguns phrasal verbs são de uso popular (pop), outros podem ser de uso formal (form), militar (mil), culinário (cul), religioso (rel), ser gíria (gír) ou mesmo vulgar (vulg). Um phrasal verb pode fazer parte do inglês americano (Amer) ou do inglês britânico (Brit).

É importante salientar que os verbos com o registro vulgar (vulg) devem ser utilizados com muito cuidado, pois constituem phrasal verbs que podem ser ofensivos e, dessa forma, é preciso utilizá-los com bom senso.

Conhecer não apenas os essenciais, como também os de uso vulgar ou ofensivos é necessário pois eles fazem parte da língua inglesa e não podem ser ignorados. São encontrados em filmes, romances, contos e na linguagem de rua.

8 Relationships Phrasal Verbs

1. Get together: gather or assemble socially or to cooperate.
E.g. Shall we get together on Friday and go for a drink or something?

(1. Get together: se reunir ou juntar socialmente ou para cooperar.
Ex. Vamos nos reunir na sexta-feira e sair para beber ou algo assim?)

2. Bring up: to look after a child until he/she is an adult.
E.g. He was brought up by his grandmother.

(2. Bring up: Cuidar de uma criança até que ele/ela se torne um adulto.
Ex. Ele foi criado por sua avó.)

3. Grow up: to gradually become an adult.
E.g. I grew up in Scotland.

(3. Grow up: gradualmente tornar-se um adulto.
Ex. Eu cresci na Escócia.)

4. Take after: to be similar to an older member of the family.
E.g. He takes after his mother’s side of the family.

(4. Take after: ser semelhante a um membro mais velho da família.
Ex. Ele puxou o lado da família de sua mãe.)

5. Grow apart: to gradually have a less close relationship.
E.g. He and his wife had been growing apart for at least a year.

(5. Grow apart: gradualmente ter uma relação menos próxima.
Ex. Ele e sua esposa estavam se distanciando há pelo menos um ano.)

6. Mix up: a confusion of one thing with another.
E.g. They look so alike that it’s easy to mix them up.

(6. Mix up: uma confusão de uma coisa com outra.
Ex. Eles são tão parecidos que é fácil confundi-los.)

7. Hang out with: to spend time with someone.
E.g. This weekend I am hanging out with my family.

(7. Hang out with: passar um tempo com alguém.
Ex. Neste fim de semana eu estou saindo com minha família.)

8. Ring up: to make a phone call to someone.
E.g. Sam rang me up last weekend.

(8. Ring up: fazer uma ligação telefônica para alguém.
Ex. Sam me ligou na semana passada.)

- Publicidade -

Artigos recomendados