Por que cada um chamava o ditador da Líbia de um jeito e qual a forma correta?

103

Um fato estarreceu o mundo por muito tempo: como seu ditador tem tantos nomes diferentes? Entre Gaddafi, Muamar Kadafi, Muammar Gadhafy e Mouamar al-Qaddafi, são 112 variantes.

A verdade é que o nome do antigo líder líbio pode ser escrito de várias maneiras devido a dificuldades da transliteração da língua árabe e também da pronúncia regional da Líbia. As muitas grafias possíveis no alfabeto latino são, para o primeiro nome, Muamar (aportuguesamento), Muammar, Mu’ammar e Moammar e, para o sobrenome, Cadáfi (aportuguesamento), Kadafi, Gadhafi, al-Khaddafi, al-Qadhafi e al-Khadafi. O próprio comandante líbio parecia preferir Moammar El-Gadhafi, Muammar Gadafi ou al-Gathafi.

Um dos motivos é que o idioma árabe possui sons guturais e interdentais que podem ser adaptados de várias maneiras. Geografia também influi: a maior parte do mundo árabe pronuncia “Kadafi”, mas na Líbia o som da primeira consoante seria mais para G.

Diante disso, ou o ditador se manifestava ou deixa na mão da mídia. No caso de Kadafi, que não “ocidentalizava” seu nome, cada um escolheu sua versão, com critérios que vão do “arabicamente correto” ao “menos esquisito em nosso país”.

Quem foi al-Gaddafi?

Muammar Mohammed Abu Minyar al-Gaddafi(em árabe: معمر القذافي; transl.: Muʿammar al-Qaḏḏāfī; Abu Hadi, c. 1940–1943 – Sirte, 20 de outubro de 2011) foi um militar, político, ideólogo e ditador líbio, sendo o chefe de estado do seu país entre 1969 e 2011.

Gaddafi chegou ao poder em 1969, sem derramar sangue, por meio de um golpe de estado e assumiu a função formal de Chefe da Nação até 1977, quando renunciou a liderança do chamado Conselho do Comando Revolucionário da Líbia e alegou apenas ser uma figura simbólica do governo.

Você pode ler mais sobre a história e biografia de Gaddafi aqui.

- Publicidade -

Fonte Superinteressante