- Publicidade -

Brasil e Portugal falam a mesma língua?

Torre de Belém localiza-se na freguesia de Belém, concelho e distrito de Lisboa, em Portugal.

Você sabe o que é cueca, churrasco, banheiro e brincar de coito lá na “terrinha”?

O que você pensaria se, ao comprar pão, o distinto senhor ao lado comentasse: “Essa bicha me mata. E o pior é que esses putos não param de grita”? Não precisa se espantar. Estas são algumas armadilhas do idioma para quem acha que no Brasil e em Portugal se fala exatamente a mesma língua.

Inúmeras palavras, embora escritas igualzinho, têm significado totalmente diferente. Traduzindo: o sujeito da padaria – com certeza português – quis dizer apenas que estava cansado da fila (bicha) e do barulho dos meninos (putos).

Confira algumas dicas para não fazer feio quando estiver em Portugal:

  • Você gostou do paletó xadrez na vitrine da loja em Lisboa? Então, peça certo: quero aquele casaco de quadrados!
  • Se você ligar a tevê, poderá assistir os seguintes filmes: O Bucha e o Estica (O Gordo e o Magro) ou ainda Os Três Estarolas (Os Três Patetas).
  • Se durante um programa de televisão aparecer escrito no vídeo em direto, quer dizer que a transmissão é ao vivo. Por outro lado, se for uma gravação, aparecerá a legenda em deferido.
  • Se estiver apertado, não peça para ir ao banheiro: vão encaminhá-lo ao salva-vidas. Pergunte onde fica a casa de banho.
  • Urinol, em Portugal, é mictório público. Aquele objeto que se usa debaixo da cama é o vaso da noite.
  • Se lhe pedirem que feche a janela para não entrar correspondência, não é por raiva do carteiro, mas para barrar a entrada de alguma corrente de ar.
  • Se sua amiga contar que está usando cuecas novas, tudo bem: é assim que chamam as calcinhas femininas. Homens também usam cuecas. Mas se quiser fraldas, peça cuequinhas de bebê.
  • Seus filhos saíram para brincar de coito? Nada mais normal, foram brincar de esconde-esconde.
  • No restaurante, caso peça um belo churrasco, vão lhe servir frango assado.
  • Se quiser água gelada, peça água fresca.
  • Não diga que vai tomar sopa: em Portugal, come-se sopa. Mas se souber que alguém vai lhe dar sopa, prepare-se que não tem moleza: esse alguém não quer nada com você.
  • Se lhe convidarem para uma zorra, saiba que se trata de algo chato e monótono.
  • Um homem bizarro, deve-se dar por feliz: trata-se de um senhor distinto e bem vestido. E se lhe disserem que ele é mulherengo, não pense em um conquistador. Trata-se de um afeminado.
  • Vai assistir um jogo de futebol? Prepare-se: o gramado é o relvado, a bola é o esférico e o juiz não trabalha com o apito, mas com o assobio. Os jogadores não atuam de chuteiras, mas de botas. E não suam a camisa, mas a camisola.
  • Se um jogador se contundiu, dizem que ele se aleijou. O juiz às vezes irradia jogadores da partida, isto é, os expulsa. No intervalo, vão todos para o balneário – o vestiário.
  • Mesmo sem sair de casa, é bom ficar atento:carpete quer dizer tapete, ventilador é ventoinha e geladeira é frigorífico.

- Publicidade -

Artigos recomendados