Boca suja ou não, sempre é bom saber quais são as palavras e expressões ofensivas em um idioma diferente. Você pode até não desejar a intenção de ofender ninguém, mas com certeza vai querer saber se estão te chamando de imbecil ou coisa pior por aí.

Pessoas que estudam outras línguas normalmente aprendem primeiro os palavrões ou aprendem e usam palavrões de vários idiomas. Qualquer pessoa que tenha aprendido um idioma por imersão em vez de em sala de aula tende a falar mais palavrões e gírias.

As que falam mais de uma língua normalmente usam palavrões de línguas diferentes, mas sentem que as palavras em seu idioma nativo causam muito mais impacto emocional. Por esse motivo, alguns poliglotas começam a falar em um idioma secundário para se expressar a respeito de assuntos que são um tabu para eles.

A língua japonesa tem alguns xingamentos que para nós brasileiros não passam de palavras normais. Alguns como: “cocô” ou “burro”. E outros que literalmente significam “você”, mas que o uso é tão mal-educado que seria uma ofensa.

糞 (Kuso)
Cocô

糞面白い (Kuso omoshiroi)
Divertido para “caralho”

馬鹿 (Baka)
Burro, idiota, estúpido – é um dos xingamentos preferidos dos japoneses.

バカデカい (Baka dekai)
Burro para caramba.

Curiosidade: 馬鹿 (baka) é é formado pelo kanji 馬 (cavalo) e 鹿 (veado). Vem de uma fábula, que havia um rei muito burro em um país. Um dia foi apresentado o veado para ele, mas o rei insistiu que era um cavalo.  Gentilmente, os ministros disseram que era um cavalo, tentando convence-lo. Seguiam os assessores, estudiosos, todos. Contrariado, ele matou todos que disseram que era um cavalo e o país logo foi destruído, arruinado.

阿保 (Aho)
Estúpido. Tipo baka, mas com carinho. Mais usado na região Kansai 関西 que inclui Osaka, Kyoto, etc.

阿保みたいに冷たい (Aho mitaini tsumetai)
Estupidamente gelada.

阿保か (Aho ka?!)
Você é burro, é?

ドジ (Doji)
Significa abestalhado ou abestalhamento. Muitas vezes refere a pessoa logo após à algum ato desatencioso ou “que fez merda”.

たわけ者 (Tawake-mono)
Também significa, burro. “Seu burro!” – Usado para quando alguém erra uma questão, ou fala algo estúpido.

ブス (Busu)
Feio, feio demais. O caramba já vem embutido de tão feia essa pessoa é. A palavra vem de 不細工 (Busaiku), algo feio, defeituoso.

ブスだね (Busu dane!) 鬼ブス (Onibusu)
Você é feio! Feio pra caramba.

キモい (Kimoi)
Nojento. Que dá náuseas.

きゃあ、きもーい! (Kyaa, kimoooi)
Nossa, que nojo!

死ね! (Shine)
Morra!

ウッセェ、死ね! (Ussee, shine!)
Cala boca, morra!

Como você pode ver, existem palavrões no Japão também, e muitos! Mas estes que vimos são simples, mais usados por crianças, em desenhos ou filmes de comédia.

Palavrões

Damare
cale a boca

Kuso
droga! (mais agressivo)

Chikuso 
droga! (menos agressivo)

Onore 
babaca

Baka 
idiota, estúpido

Kisama
vá a merda

Aho 
estupido, tonto

Teme 
cretino!

Hentai 
pervertido, tarado

Busu 
mulher feia, feiosa (considerado o pior insulto que se pode dizer a uma Japonesa)

Kutabaro
maldito!

Jyoro no ko
filho da….

Fushidarana on’na
vagabunda

Quer ofender de verdade um japonês? Se a resposta for sim, conheça o livro “Dirty Japanese Everyday Slang from ‘What’s Up?” to “F*%# Off!’” (“Japonês Sujo Gírias cotidianas de ‘e aí?’ a ‘vai se f…!’”), do autor Matt Frago e você descobrirá como fazer isso de forma muito eficiente, porém esteja preparado para levar alguns tapas (vai que é algum faixa-preta de judô!).