Papiamento ou Papiamentu é uma língua crioula e é a principal língua falada nas ilhas caribenhas de Aruba, Curaçao e Bonaire. Recentemente, ganhou o status de língua oficial nas três ilhas. O papiamento é uma língua crioula derivada a partir do português e de línguas africanas com algumas influências de línguas indígenas da América, inglês, neerlandês e espanhol.

O Papiamento apresenta pequenas variações entre as ilhas onde é falado, considerados como dialetos: Papiamento de Aruba (Papiamento), Papiamento de Bonaire (Papiamen) e Papiamento de Curazao (Papiamentu).

Saiba mais sobre Papiamento em Papiamento – A língua de Aruba, Curaçao e Bonaire

Ortografia e Pronúncia

Alfabeto

AlfabetoPapiamentu
(Curação)
Papiamento
(Aruba)
Português
Aakascascasa
Bbbisiñabisiñavizinho
Ccsèntercentercentro
Dddilanti, Dòkterdilanti, dokteradiante, médico
Dj/djdjis, indjandjis, indjanmediatamente, índio
Eeedukashoneducacióneducação
Fffòrti, foutforti, foutforte, erro
Gggarashigarashigaragem
Hhhap, hòfihap, hofibocejo, jardim
Iiislaislailha
Jjya, jamer!ya, pech!Sim, uma pena!
Kkkantor,koràntkantoor, corantescritório, jornal
Lllep, latlip, laatlábio, tarde
Mmmondi, muzikmondi, muziekmonte, música
Nnnochi,nanochi, nanoite, até/em
NJ/njSpaña, gañadóSpaña, gañadoEspanha, enganado
Ooorloshiholoshirelógio
Ppprezu, pushipreso, pushipreso, gato
Rrrùstig / trankilrustig/trankiltranquilo, calmo, sereno
Ssstilte, spar, spìlketo, spaar, spielsilêncio, proteger, espelho
Ttturismo, teturismo, teturismo, até
Uuurgensha, eksponéurgencia, exponeurgência, exposição
Vvvòs, bisibelvos, visibelraposa, visível
Wwwàk, kaya, wènkbrouwak, caya, wenkbrauwver, rua, sobrancelhas
Yyyunayunaabster
Zzsùitzuid/suitsul

Ortografia

Aruba utiliza um sistema de ortografia muito parecido com o Espanhol. A ortografia de Aruba é mais etimológica e em Curaçao é mais fonética, ou seja, o som de /k/ será sempre representado pela letra k e o som de /s/ será sempre representado pelo som de s.

A diferença entre as formas de escritas é logo vista pela forma como escrevem o nome da língua. Em Aruba é chamada Papiamento, enquanto em Curaçao é chamada Papiamentu.

Embora as diferenças de pronúncia e ortografia em Bonaire não faça ser considerado também como um dialeto, por lá a língua é chamada de Papiamen.

Pronúncia

É preciso ter em mente dois aspectos desde o começo do estudo, o uso dos tons para diferenciar palavras e as formas de escrita do papiamento.

O papiamento usa tons para diferenciar as palavras. Estes tons são marcados com acentos sobre as vogais: alta (´) e baixa (`). Algumas palavras com estes acentos:

á / altá, evitá
é / étiko, platé
í / asistí, tíket
ó / holó, ferfdó
ú / baúl, sunú
è / agènda, balèt
ò / blònt, fòndo
ù / drùif, bùs

O papiamento tem duas formas de escrita

  • Em Aruba se utiliza uma escrita baseada na etimologia mais similar ao espanhol, exemplo: cas = casa
  • Em Curaçao e Bonaire optaram por basear a escrita na fonologia, no som das palavras, exemplo: kas = casa.

As palavras de origem holandesa são escritas com letras da língua holandesa. Exemplo: wak de waken = ver / buki de boek = livro.

Pronomes Pessoais

mi, amieu
bo, abotu, você
eele,ela
nosnós
bosovós, vocês
naneles, elas

Variantes: Algumas vezes ami é usado no lugar de mi e abo em algumas ocasiões é substituído por bo. O e é substituído por el quando aparece antes da partícula a para indicar o passado. (Veremos isso mais adiante)

O verbo “Ta”

Agora que conhecemos os pronomes pessoais, precisamos de um verbo para poder utiliza-los. O verbo Ta corresponde aos verbos Ser e Estar. Dependendo do sentido da frase podemos deduzir qual deles se trata.

mi taeu sou / eu estou
bo tatú és, tu estás / você é, você está
e taela é, ela está / ele é, ele está
nos tanós somos / nó estamos
boso tavós sóis / vós estais
nan taeles, eles são / elas, eles estão

Como podemos ver Ta não muda de forma. Em papiamento os verbos não se conjugam, o tempo, modo e aspecto são marcados por meio das chamadas partículas, que veremos mais adiante quando falarmos sobre os verbos.

Os pronomes pessoais também não mudam o sujeito ou objeto de um verbo, alguns exemplos:

Mi ta tende bo
Eu te ouço

Bo ta tende mi?
Você me ouve?

Pronomes Possessivos

Em papiamento os pronomes possessivos são idênticos aos pronomes pessoais. Com exceção de Su em vez de E para Seu, Sua, Seus, Suas (dele, dela).

Os pronomes possessivos mantêm uma estreita relação com os pronomes pessoais pois indicam aquilo que cabe ou pertence aos seres indicados pelos pronomes pessoais. Pronomes possessivos normalmente indicam posse, como por exemplo: meu, minha, teu, tua, seu, sua, etc. Indicando para algo ou alguém.

Mi(meu, minha, meus, minhas)
Bo(teu, tua, teus, tuas)
Su(seu, sua, seus, suas – dele, dela)
Nos(nosso, nossa, nossos, nossas)
Boso(vosso, vossa, vossos, vossas)
Nan(seu, sua, seus, suas – deles, delas)

Alguns exemplos:

Mi tin mi buki.
Eu tenho meu livro

Bo tin bo buki.
Você têm teu livro / Tú tens teu livro

E tin su buki.
Ela têm seu livro / Ele têm seu livro (o livro dele)

Nos tin nos bukinan.
Temos nossos livros

Boso tin boso bukinan.
Vocês têm seus livros / Vós tendes vosso livro

Nan tin nan bukinan.
Eles têm seus livros (os livros deles)

Nos casos anteriores, colocamos o pronome possessivo na frente do substantivo. Também se pode colocar depois do substantivo, usando “di“.

di mi(meu, minha, meus, minhas)
di bo(teu, tua, teus, tuas)
di su / di dje(seu, sua, seus, suas – dele, dela)
di nos(nosso, nossa, nossos, nossas)
di boso(vosso, vossa, vossos, vossas)
di nan(seu, sua, seus, suas – deles, delas)

Alguns exemplos:

E tin mi buki / E tin buki di mi e
Ela tem meu livro

Mi tin su pushi / Mi tin e pushi di su
Tenho seu gato

Mes

Mes forma os pronomes similares ao português eu mesmo, você mesmo, ele mesmo.

mi meseu mesmo
bo mesvocê mesmo
e mes, su mesele mesmo, ela mesma
nos mesnós mesmos
boso mesvocês mesmos
nan meseles mesmos

Pronomes Indefinidos

un otro
um outro, uma outra

kualke hende, ken ku ta
alguem, qualquer um

kualke kos
qualquer coisa

kualke
uma das duas pessoas ou coisas, cada um

tur kos
tudo

tur hende, kada hende, tur un
todos/as, todo mundo

ni un, ningun hende
ninguém

un hende
alguém

algo / algu
algo

ambos, tur dos
ambos

tur
todo

algun di
algo de

ningun di
nada de

Pronomes Relativos

São aqueles que se referem a um termo já mencionado, para evitar a repetição

ku
o que, a que, os que, as que, o qual, a qual, os quais, as quais

ken su
a quem, as quais, os quais, cuja, cujo, cujos, cujas

di ken
de quem

loke
o que

Alguns exemplos:

Esaki ta e kas ku mi a kumpra.
Esta é a casa que comprei

Mi gusta wak beisbòl ora un team ku mi gusta ta hunga.
Eu gosto de ver baseball quando uma equipe que gosto está jogando

Esaki ta e homber ken su auto tabata hortá.
Este é o homem cujo caro foi roubado.

E ta esun di ken mi a papia.
Ele é um de quem falei.

Mi lo hasi loke ta bon.
Farei o que é bom.

Artigos

O artigo definido é o “e”, equivalente ao nosso o, a.

e homber
o homem

e pushi
o gato

e mener di skol i e studiante
o professor e o estudante

O artigo indefinido é “un”, equivalente ao nosso um, uma.

un homber
um homem

un pushi
um gato

un mener di skol i un studiante
um professor e um estudante

Os artigos são independe do gênero.

un homber
um homem

un muher
uma mulher

Como pode ver acima, usa-se “i” para a nossa conjunção “e”.

un homber i un muher
um homem e uma mulher

un mener di skol i un studiante
um professor e um estudante

Gêneros

Em Papiamento não há gêneros (o, a, as, os)

e muhea mulher
e hombero homem
e galinyaa galinha
e gaio galo

O verbo “Tin”

Já vimos o verbo Ta, equivalente aos verbos “ser” e “estar”. Agora veremos o verbo “tin”, que significa “ter”. Como “ta”, “tin” não muda de forma com diferentes pronomes pessoais.

mi tin
eu tenho

bo tin
tu tens / você tem

e tin
ela tem, ele tem

nos ti
nós temos

boso tin
vós tendes / vocês tem

nan tin
eles têm

Alguns exemplos:

Mi tin un buki.
Eu tenho um livro

Bo tin un mener di skol.
Você tem um professor.

E tin un kachó.
Ele tem um cachorro.

E tin un pushi.
Ela tem um gato.

Nos tin un klas.
Temos uma aula.

Nan tin un kas.
Eles tem uma casa.

Tempos verbais

Como podemos ver, em papiamento os verbos não são conjugados. Existem apenas 3 tempos de verbo em papiamento. O tempo presente, passado e futuro e eles são marcados por partículas. Veremos a seguir estas partículas.

  • O tempo presente leva TA entre o pronome pessoal e o verbo (mi TA bebe)
  • O passado leva A entre o pronome pessoal e o verbo (mi A bebe).
  • O futuro leva LO entre o pronome pessoal e o verbo (mi LO bebe)

Sendo assim, torna-se fácil aprender a conjugar os verbos, veremos a seguir algumas explicações melhores sobre cada tempo e exceções, como para o verbo Ta (estar), que fica no presente: mi ta, passado: mi tabata e futuro: mi lo ta

Presente: Ta

Aprendemos que o “ta “corresponde aos verbos “ser” e “estar”. Agora veremos que “ta” é também utilizado para marcar o presente, uma ação que está acontecendo no momento da falar.

Exemplo com o verbo “kanta” (cantar):

mi ta kanta
eu canto

bo ta kanta
você canta

e ta kanta
ela canta, ele canta

nos ta kanta
nós cantamos

boso ta kanta
vocês cantam

nan ta kanta
eles cantam

Passado: a ou tabata/tawata

Podemos formar o pretérito perfeito, uma ação que teve seu início e fim no passado, usando “a“. Expressa um fato ocorrido num momento anterior ao atual e que foi totalmente terminado.

mi a kanta
eu cantei

bo a kanta
você cantou

el a kanta
ela cantou, ele cantou

nos a kanta
nós cantamos

boso a kanta
vocês cantaram

nan a kanta
eles cantaram

Nota: O pronome “e” (ele, ela) muda para “el” quando aparece antes da partícula “a“.

Para o pretérito imperfeito ou contínuo, usamos “tabata / tawata”.  Expressa um fato ocorrido num momento anterior ao atual, mas que não foi completamente terminado.

mi tabata/tawata  kanta
eu estava cantando

bo tabata/tawata  kanta
você estava cantando

el tabata/tawata  kanta
ela estava cantando, ele estava cantando

nos tabata/tawata  kanta
nós estávamos cantando

boso tabata/tawata  kanta
vocês estavam cantando

nan tabata/tawata kanta
eles estavam cantando

mais alguns exemplos de comparação do Pretérito Perfeito e Pretérito Imperfeito.

Mi a bai skol. / Mi tabata bai skol.
Fui a escola. / Estava indo para a escola.

Mi a wak un kas. / Mi tabata wak un kas.
Vi uma casa. / Estava vendo uma casa.

Mi a lesa un buki. / Mi tabata lesa un buki.
Li um livro. / Estava lendo um livro.

O pretérito imperfeito se usa normalmente nos seguintes casos:

  • uma ação estava acontecendo quando uma outra aconteceu
  • ações habituais

Ora bo a drenta mi tabata kome
Quando você entrou eu estava comendo.

Futuro: lo

Para concluir os tempos verbais, falaremos do futuro. Este se forma adicionando “lo” antes ou depois do substantivo ou pronome, antes do verbo.

lo mi kanta. / mi lo kanta.
eu cantarei.

lo bo kanta. / bo lo kanta.
tu cantarás, você cantará.

lo e kanta. / e lo kanta.
ela cantará, ele cantará.

lo nos kanta. / nos lo kanta.
nós cantaremos.

lo boso kanta. / boso lo kanta.
vós cantareis, vocês cantarão

lo nan kanta. / nan lo kanta.
eles cantarão.

mais alguns exemplos:

Lo mi tin un pushi. / Mi lo tin un pushi.
Terei um gato

Lo mi bai na skol. / Mi lo bai na skol.
Irei a escola

Lo mi wak un kas. / Mi lo wak un kas.
Verei uma casa.

Lo mi lesa un buki. / Mi lo lesa un buki.
Lerei um livro.

Ta bai – uma forma diferente de expressar o futuro é usando ta bai.

Mi ta bai kanta
Vou cantar

Exceções

O seguintes verbos não usa “ta” para indicar o presente. Pode-se dizer que o presente é “condição padrão” desses verbos: tin (tener), por (poder), ke (querer), sa (saber), konose (conhecer), mester (dever– ter que). Claro que o verbo “ta” também não precisa de outro “ta” para indicar seu presente, ninguém diria algo como mi ta ta sinti calor.

Os seguintes verbos podem usar ou não “ta” para indicar o presente: gusta (gostar), stima (amar), bal (valer), kosta (custar), debe (dever– dívida-), parse (parecer – se parecer). Alguns autores incluem os verbos dependé (depender) e nifika (significar).

Algumas notas breves sobre “ta” e “tin”

O passado de “ta” es tabata. Na fala coloquial tabata é reduzido usualmente para tata ou ta’a.

O imperativo de “ta” é “sea

Sea ketu!
Cale-se! Fique quieto!

Sea un bon mucha.
Seja um bom garoto.

tin” e “ta” tem usos muito similares ao seus correspondentes em português.

Tin hopi bientu.
Está ventando muito. Faz muito vento.

Mi tin hamber.
Estou com fome. Tenho fome. Estou com fome.

Mi ta sinti kalor.
Estou com calor. Tenho calor.

O passado de “tin” é “tabatin“. O imperativo é “tene

Tin un pushi riba e mesa.
Tem um gato sobre a mesa.

Tin algun apelnan?
Tem alguma maçã?

Awe no tin notisia.
Hoje não tem notícia.

Negação

Para negar uma frase em papiamento, usamos “no“, como em português. “no” sempre se coloca na frente do verbo.

Mi no tin placa.
Não tenho dinheiro.

Mi no ta kansá.
Não estou cansado.

Negação dupla

Como em português usando “no” e “nada”

Mi non tin nada.
Não tenho nada.

Mi no ta wak nada.
Não vejo nada.

O “no” e “nenhum” para expressar nada de algo.

Mi no tin ningun buki.
Não tenho nenhum livro.

Mi no ta wak ningun hende.
Não vejo ninguém.

Substantivos

Até agora temos utilizados alguns substantivos e como temos visto estes não mudam em gênero ou tempo. Isso faz com que se torne fácil de usar e ainda mais por não precisar se preocupar com plurais irregulares como veremos adiante.

E buki ta grandi.
O livro é grande

E lesa un buki.
Ela lê um livro.

E pushi ta drumiendo.
O gato está dormindo.

E tin un pushi.
Ela tem um gato.

Plural

Há várias maneiras de formar o plural de um substantivo, dependendo de como se usa. De pronto já veremos o primeiro método.

Mi ta un studiante.
Sou um estudante.

Nan ta studiante.
Eles são estudantes.

Observe que “estudantes” é plural, mas o substantivo em papiamento “studiante” não sofre alteração. Isso se deve ao fato de termos utilizado o pronome pessoal na 3ª pessoa do plural “nan“, e ele implica no plural da frase. Sendo assim “nan” é a partícula com a qual podemos formar o plural quando este não estiver implícito.

Esta partícula é colocada no final do substantivo. Isto normalmente se faz quando o substantivo é seguido por “ta”, o que poderia ocorrer em uma pergunta.

O plural de um substantivo pode ser indicado com o sufixo nan. No entanto, -nan não é acrescentado quando o contexto da frase deixar claro que o substantivo representa mais que uma coisa.

Unda bo pushinan ta?
Onde estão os teus gatos?

Unda bo tin bo bukinan?
Onde tem teus livros?

E bukinan ta riba mesa.
Os livros estão na mesa

Mi tin hopi buki.
Eu tenho muitos livros

Na ausência dos artigos “e” ou “un” se entende que o substantivo está no plural.

Mi ta lesa un buki.
Leio um livro

Mi ta lesa buki.
Leio livros

Mi tin un pushi.
Tenho um gato

Mi tin pushi.
Tenho gatos

A última maneira de formar o plural de um substantivo é utilizando um número como modificador.

Mi lesa dos buki.
Leio dois livros.

Mi tin tres pushi.
Tenho três gatos.

Quando o artigo definido precede o substantivo plural, -nan é utilizado.

Mi a bishitá e tres islanan.
Eu visite as três ilhas

Os falantes de Papiamento ocasionalmente movem o sufixo -nan para o adjetivo que precede o substantivo, por exemplo: e kas bunitanan (as casas bonitas).

Nan também significa os pronomes eles, elas, deles, delas.

Adjetivos

Em papiamento, os adjetivos acompanham o substantivo que descrevem, como na maioria das línguas latinas.

un buki nobo
um livro novo

un homber altu
um homem alto

e kas grandi
a casa grande

Adjetivos úteis

afabel – amigável
altu – alto
baho – baixo
barata – barato
bashí – vazio
bieu – velho
bon – bom
bunita – bonito
bòm – inferior
chikitu – pequeno
debil – fraco
delegá – fino, magro
difísil – difícil
diki – gordo
distinto – diferente
duru – duro
dushi – macio
fásil – fácil
favorí – favorito
felis – feliz
ferfelu – chato
friu – frio
fuerte – forte
grandi – grande
grave – grave
haltu – alto
hambrá – faminto
hoben – jovem
hundu – profundo
interesante – interessante
kansá – cansado
karu – caro
kayente – quente
kortiku – curto
largu – longo
lat – atrasado
liber – livre
limpi – limpo
mahos – feio
malu – doente, ruim, mal
mescos – igual, o mesmo
nobo – novo
okupá – ocupado
peligroso – perigoso
pober – pobre
pret – divertido, engraçado
rápido – rápido
riku – rico
salú – saudável
scur – escuro
sed – seco
seif – seguro
sushi – sujo
tempran – cedo
tras – lento
tristu – triste
yen – cheio

Contrações

Em ambas variações de Papiamento, ocorrem as contrações fonéticas, combinações de palavras. As contrações mais comuns envolvem as palavras ta (ser, estar), pa (para), di (de), no (não) e e (ele, ela, o, a).

O pronome pode ser contraído com a partícula que indica o passado. “Mi a traha” (Eu trabalhei) pode ficar como “Ma traha” (Eu trabalhei).

Pronome + a

mi a traha > ma traha (eu trabalhei)
bo a traha >  ba traha (você trabalhou)
e a traha > el’a traha (ele/ela trabalhou)

* No caso de “e” é necessário acrescentar a letra “l” para esta contração. E estas contrações não se aplicam para “nos” ou “boso

Ta > T’

Ta só é contraído quando seguido por uma palavra com vogal. T’ é sempre fixado a palavra que vem em seguida. Exemplo: e ta aki > e t’aki (ele/ela está aqui).

Pa > P’

Pa é  contraído da mesma foma que ta, exemplo: ta pa esei, ta pa esey mi ta bai > ta p’esei, ta p’esey mi ta bai (é por isso que eu estou indo)

Di > ‘i

Di pode ser contraído quando precedido de uma voga ou consoante, exemplo: saku/saco di lamunchi > sak’i/sac’i lamunchi (saco de limões), kas/cas di Juan > ka’i/ca’i Juan (Casa de John).

‘i recebe a contração retirando-se a última letra da palavra anterior, exemplo: peña di Sandra > peñ’i Sandra (Pente de Sandra), mas também em brel di solo > brel ’i solo (óculos de sol).

Em alguns casos, com palavras que terminam com -er pode ser contraído sem o uso do apóstrofo, como a palavra boter/bòter (garrafa), exemplo: boter/bòter di awa > botr’i/bòtr’i awa (garrafa de água) e não bot’r’i/bòt’r’i awa.

A pronúncia das palavras Papiamento com um [k] não mudam quando essas palavras são contraídas com di ou e, ou seja, o [k] em lamunchi sac’i, embora seguido por um “i“, mantém o seu som [k].

No > N’

Mi no tin > Mi n’tin (eu não tenho)
Nan no sa > Nan n’sa (eles não sabem)
Bo no ta > Bo n’ ta (você não é)
E no ta ei > E n’t’ei (ele/ela não está lá).
E no ta aki > E n’t’aki (ele/ela não está aqui).

E > ’e / ’é / ele

E é contraído quando procedido por uma palavra com vogal, por exemplo: Anna lo mand’e / mand’é (Ana vai me mandar isso). Mi ta duna’ e e > Mi ta duna’élé (I give it to him/her).  Ku e > kuné (com ela/ele). Di e > di dje (dele, deles). Pa e > p’é (para ele/ela).

Porque e é acentuada e muda a entonação da palavra que está afixada. E será sempre acentuada quando afixada, por exemplo. nsa um traha e> nsa um trah’é (nós fizemos isso). Se o verbo termina em i, ele mantém essa i: Mi ta skirbi é> Mi ta skirbié.

–> Mi (Eu)
E ta duna mi e (m’é)
E ta dunam’é (Ele deu isso para mim)

–> Bo (Você)
E ta duna bo e (b’é)
E ta dunab’é (Ele deu isso para você)

–> E (Ele/Ela)
E ta duna e e (élé)
E ta dun’élé (Ele deu isso para ele/ela)

–> Nos (Nós)
E ta duna nos e (não contrai)
E ta duna nos é (Ele deu isso para nós)

–> Boso (You)
E ta duna bos e (não contrai)
E ta duna bos é (Ele deu isso para vocês)

–> Nan (Eles)
E ta duna nan e (não contrai)
E ta duna nan é (Ele deu isso para eles)

Preposições

Preposição é a palavra que estabelece uma relação entre dois ou mais termos da oração. Essa relação é do tipo subordinativa, ou seja, entre os elementos ligados pela preposição não há sentido dissociado, separado, individualizado; ao contrário, o sentido da expressão é dependente da união de todos os elementos que a preposição vincula.

Preposições são fáceis em Papiamento. Uma vez que o substantivo não muda de forma.

E pushi ta desde e stul.
O gato está próximo a cadeira

E buki ta riba e mesa.
O livro está na mesa

E muhe a bai na e tienda.
A mulher foi na loja.

E a kanta ku un amigu.
Ele cantou com um amigo.

Veja abaixo uma lista de preposições mais usadas.

Preposições comuns

abou – abaixo
ademas di – ao lado de
aden – dentro
anti – contra
ariba – sobre, em cima
banda – próximo
bou di – debaixo
den – dentro
desde – desde
despues – depois
di – de
durante – durante
enfrente – através de
entre – entre
gusta – gosta
kla – através
ku – com
na – em, mna
pa – antes
pafó – fora
patras – atrás
riba – em cima
sin – sem, fora
te – até que, até

Comparação

O comparativo é formado com mas. O superlativo normal é formado com di mas.

mas fuerte
mais forte

di mas fuerte
o mais forte

mas grandi
maior

di mas grandi
o maior

Mi ta mas grandi ku bo.
Eu sou maior que você

E apel aki ta mas dushi ku e apel ei.
Esta maçã é mais que doce que esta outra maçã.

Carlos ta e homber di mas fuerte ku mi konose.
Carlos é o homem mais forte que eu conheço

Papiamento tem apenas alguns adjetivos com formas irregulares comparativas e superlativas.

bon, mihó, e mihó
bom, o melhor, melhor
(Além de mihó, as variantes mehor e mihor também existem)

malu, pió, di mas pió or di mas malu
mau, pior, o pior
(Além de pió, a variante peor também existe)

poko, menos, di mas menos
pouco (não muito), menos

Mi tin poko plaka, ma é tin menos.
Eu tenho pouco dinheiro, mas ele tem menos.

Lihé, mas lihé, di mas lihé
Rápido, mais rápido, o mais rápido

E ta kuri lihé.
Ele corre rápido.

Pedro ta kuri mas lihé ku mi.
Pedro corre mais rápido que eu.

E ta kuri di mas lihé ku tur.
Ele corre mais rápido que todos.

Advérbios

Os advérbios podem ser divididos em duas classes, primária e derivada.

Os advérbios derivativos são feitos adicionando o sufixo -mente aos adjetivos. No processo de adição de -mente a vogal final do adjetivo pode mudar, ou a vogal -a pode ser inserida se o adjetivo termina com uma consoante.

Rápido, rápido, rápido
Rápido, rapidamente

Spesial, spesialmente
Especial especialmente

Dirékt, direktamente
Direto diretamente

Advérbios primários não são derivados de adjetivos ou outros tipos de palavras. Aqui estão alguns exemplos.

AgoraAgora
NunkaNunca
ProntoLogo
SempreSempre
Ya

Advérbios de tempo

Os advérbios acrescentam informação circunstancial a uma oração ou palavra. Os advérbios de tempo são aqueles que fornecem informação temporal. Estes advérbios, posto isto, fornecem dados que permitem responder à pergunta de sobre quando decorreu, decorre ou decorrerá uma ação.

awehoje
ayeraontem
mañanamanhã
otro simanpróxima semana
otro lunapróximo mês
otro añapróximo ano
siman pasasemana passada
luna pasamês passado
aña pasaano passado
porfinfinalmente
ya
pronto, djies kiem breve
netsomente
aindaainda

Advérbios de lugar

São aqueles que nos indicam onde algo aconteceu, acontece, acontecerá etc.

akiaqui
eialí
aya
ata
atahá, existem

Demonstrativos

Palavras como esta, aquela, essas, são chamadas de demonstrativas. Papiamento tem três formais de demonstrativos, a isto, a isso, “a esse caminho”

Os adjetivos demonstrativos consistem da palavra polivalente e que aparecem antes do substantivo, antes de akei ou aya que aparecem após o substantivo.

E pushi aki: este gato
E pushi ei: esse gato
E pushi aya: aquele gato lá

Mi gusta e kas aki.
Eu gosto desta casa aqui.

E kas ei ta nobo.
Essa casa é nova.

E kas aya ta grandi.
Essa casa lá em cima é grande.

Os pronomes demonstrativos são:

Esakieste
Eseiaquele
Esayaaquele lá

Esaki ta bon.
Isto é bom.

Mi não ta gusta esei.
Não gosto disso.

Esaya ta su kas.
Ali está sua casa

Esaki ta mi buki.
Este é meu livro.

Esei ta bo buki.
Aquele é seu livro.

É possível adicionar o sufixo -nan para criar pronomes demonstrativos plurais como esayanan (aqueles lá). Os seguintes pronomes demonstrativos também existem:

Esun akiestes aqui
Esun eiaqueles ali
Esun ayaaqueles lá
Esakinanestes
Eseinanaqueles

Esakinan ta mi bukinan.
Estes são meus livros.

Eseinan ta bo bukinan.
Aqueles são seus livros.

Conjunções

Aqui estão algumas das conjunções mais comuns e úteis.

i: e
Lo mi kome i bebe. Eu vou comer e beber.

Ku: com. Ku é normalmente usado em vez de i para conjugar pronomes e os nomes das pessoas; Ku pode ser usado em vez de i para conjugar vários substantivos.

ku é uma palavra polivalente que tem várias outras funções para além do seu uso como uma conjunção aditiva.

Abo ku mi: você e eu
Man ku pia: mão e pé ou mãos e pés

Òf: ou

Mi ta buska kas òf apartamentu di 2 kamber. 
Procuro um casa ou apartamento com dois quartos

Sea… òf: ou…

Sea bo òf ami a hasi un eror.
Ou você ou eu cometemos um erro.

Pasobra: Porque

Verbos

Papiamento tem o que chamamos de verbos seriais. Isto significa que os verbos podem ser colocados sem a necessidade de usar alguma preposição. Exemplos:

bin = vir
para = parar
bisa = dizer
gusta = gostar
uza = usar

Mi ta bai bin.
Estou saindo e volto

Mi ta para bisa nan.
Eu parei e disse a eles.

Mi ta gusta uza spano.
Igual eu uso Espanhol.

Verbos úteis

Lista dos principais verbos em Papiamento

alimentáalimentar
baiir
baliadançar
basilaflertar
bati manaplaudir
bebebeber
bendevender
bestel/pidipedir
biahaviajar
bibaviver
bini vir
biragirar
bisacontar
bishitávisitar
bringalutar, brigar
bulapular, voar
buskabuscar
caicair
comercomer
correcorrer
corre autodirigir
corre baisandar de bicicleta
corre barki-belanavegar
cortacortar
cushinácozinhar
dalgolpear
descanarepousar
deseádesejar
deskansádescansar
drentaentrar
drumidormir
dunadar
enkargácarregar
firmaassinar
fregaesfregar
ganaganhar
gañamentir
gastagastar
gritagritar
habriabrir
hala rosearespirar
hañareceber
haririr
hasifazer
hibalevar
hortaroubar
humafumar
hungajogar
impidíimpedir
jama telefonchamar, ligar (por telefone)
judaajudar
kalkulácalcular
kanacaminhar
kantacantar
kequerer
komecomer
konseháaconselhar
kòrdalembrar
kortacortar
kumpracomprar
labalavar
landanadar
lesaler
nenganegar
odiaodiar
papiafalar, conversar
paraparar
perdeperder
permitíprometer
pidi, bestelpedir
pintadesenhar
piscapescar
primipressionar
prohibíproibir
puntraperguntar
pushaempurrar
retenédeter
salbasalvar
serafechar
sintasentar
sintisentir
skirbiescrever
skopdar pontapé
smailsorrir
spera esperar
splikaexplicar
stima, gustaamar, gostar
sunchibeijar
suplasoprar
taser, estar
tendeescutar
tenesustentar
tinter
trahatrabalhar
tresetrair
tumapegar
wakver, olhar
yelachegar
yorachorar
zundratrilhar (caminho)

Pronomes Interrogativos

São usados na formulação de perguntas, sejam elas diretas ou indiretas. São pronomes interrogativos: que, quem, qual (e variações), quanto (e variações).

Kiko?O que?
Kiko bo tin?O que você tem?
Unda?Onde?
Unda bo ta bai?Onde você vai?
Cuandu?Quando?
Cuandu ta e klas?Quando é a aula?
Kende?Quem?
Kende bo ta?Quem é você?
Cua?Qual?
Cua ta buki di bo?Qual livro é o seu?
Pakiko?Por que?
Pakiko bo ta bai?Por que você vai?
Con?Como?
Con ta bai?Como vai você?
Cuanto?Quanto?
Cuanto esaki ta costa?Quanto custa isso?
Kiko bo nomber ta?Qual o seu nome?
Di Unda bo ta?De onde você é?
Unda bo ta biba?Onde você vive?
Cuant’or tin? Que horas são?