Origem da palavra “Cometa”

50

Cometa do Grego kometes, astro cabeludo, que vem da segunda parte da expressão grega aster kometes, literalmente “estrela de cabelos longos”, termo derivado de komes “cabelo, cabeleira”;  resultando no Português coma, sinônimo de crina, cabelo, juba. Não há relação com koma, que deu o coma da linguagem médica.

O nome foi dado pela nuvem luminosa que envolve o núcleo do cometa, que dá a impressão de uma longa cabeleira flutuando ao sabor do vento. Os antigos astrônomos falavam dos cometas como se eles tivessem uma estrutura análoga à de um animal, denominando suas partes de cabeça, cauda e coma (ou cabeleira), terminologia até hoje utilizada em Astronomia.

No Português antigo era palavra feminina, mas depois mudou para masculino, para designar preferencialmente o corpo celeste que se move em torno do Sol, fazendo uma trajetória excêntrica, bem diferente das dos planetas, aparecendo no Céu com uma cauda semelhante à cabeleira com milhões de quilômetros, o que torna possível vê-los daqui da Terra.

Foi o que aconteceu na noite de Natal, entre 4 e 6 a.C., assim chamada porque, por conveniência religiosa, fixou-se a data como do nascimento de Jesus (entre 4-6 a.C.-29 ou 27), marcada pela Estrela de Belém, que era um cometa. A expressão “passou como um cometa” deve-se à incrível velocidade desse tipo de astro.

 

- Publicidade -

Você vai gostar também

- Publicidade -

Não perca nossas novidades!

Assine nossa newsletter e receba novidades e dicas grátis em seu email.

Muito bem! Confirme seu email e você receberá dicas em primeira-mão! :)