Cerca-lourenço de cercar, do latim cercare, fazer um circum, cerco, do grego kirkós, anel, ao redor de alguém ou de alguma coisa, e de Lourenço, nome de pessoa, do latim Laurentius, habitante de Laurento, localidade ligada a loureiro, a árvore de cujos galhos e folhas se fazia a coroa de louros para os vencedores na Roma antiga.

Já o nome Lourenço tornou-se comum no português por causa do espanhol Lourenço (210-258), cujo martírio consistiu em queimá-lo vivo sobre uma grelha, posta em braseiro ardente, por ordem do imperador Públio Licínio Valeriano (em latim: Publius Licinius Valerianus Augustus) (200-260).