BINA de B identifica A, sigla criada pelo brasileiro Nélio José Nicolai para o dispositivo eletrônico inventado por ele em 1977 para identificar chamadas telefônicas.

De tanto insistir para que o departamento jurídico da empresa telefônica onde então trabalhava providenciasse a patente do seu engenho, foi demitido. Passou a lutar sozinho pelo reconhecimento, no Judiciário. O resultado da sentença saiu em 2012, quando o prazo da patente, 20 anos, já tinha vencido.

Ainda assim, ele recebeu 25% do que faturaram no período as operadoras que usaram seu invento nos telefones, à base de 10 reais por mês de cada assinante. O Brasil tem 256 milhões de celulares, o que dá um faturamento de 2,56 bilhões de reais mensais.