O Alfabeto Espanhol

72

Para começar a aprender um idioma, é indispensável conhecer o alfabeto utilizado. Em espanhol, não são usadas algumas letras e dígrafos presentes no português. Veja:

Letra Ç
MarçoMarzo
AçúcarAzúcar
PontuaçãoPontuacíon
Letra NH
EspanholEspañol
CozinhaCocina
Letra LH
OlhoOjo
DetalheDetalle
Letra SS
PassarPasar
PossessãoPosesíon

Vogais

A pronúncia de vogais e consoantes nem sempre é a mesma nos dois idiomas. Observe:

Vogal E – O som do “e” é sempre fechado, como em “você” do português. Não ocorre som de “i” em fins de palavras, como por exemplo “eli” (ao invés de “ele”).

Vogal O – O som do “o” é sempre fechado, como no primeiro “o” de “vovô”. Não ocorre som de “u” em fins de palavras, como por exemplo “velhu” (ao invés de “velho”).

Vogal seguida de N (an, en, in, on, un) – Palavras como banco, onda e mundo não possuem som anasalado, como no português. Em espanhol, o som é mais aberto. O mesmo ocorre com palavras terminadas em vogal + n. Exemplo: hablan (falam), corazón (coração).

Consoantes

B e V – Ambas possuem som de “b” em espanhol. Assim, a palavra vida, tem pronúncia “bida”.

C, S e Z – Na América, o “c” é suave diante das vogais “e” e “i”. Exemplo: Cecília (igual ao português). Quanto ao “s” e ao “z”, ambos possuem som de “ss”. Exemplo: cariñoso (carinhoso), zapato (sapato).

CH – Possui som de “tch”, como em “tchau”. Exemplo: chico (menino), chantaje (chantagem).

D – Pronuncia-se como em “dar”. Não ocorre som “dji”, junto às vogais “e” e “i”. Exemplos: dedicacíon (dedicação), día (dia).

G – Diante das vogais “e” e “i”, possui som semelhante ao “r”, como em “rato”. Exemplo: gigante, generoso.

H – É muda, exceto diante de “ue”. Neste caso, tem som de “gue”. Exemplo: hueco (oco).

J – Possui sim de “rr”. Exemplo: jamás (jamais), forajido (foragido).

L – Pronuncia-se como no português, mas nunca possui som de “u”, como por exemplo “auto” (ao invés de “alto”). Exemplo: ilusión (ilusão), verosímil (verossímil).

LL – Na Argentina e no Uruguai, possui som de “j”, como em “jasmim”. Em algumas regiões da Espanha, o som é mais suave, assemelhando-se ao “lh”, no português. Em outros países, tem-se o som em “Yasmim”. Exemplo: bello (belo), calle (rua).

Ñ – Possui som de “nh”, como em “rainha”. Exemplo: niña (menina), muñeca (boneca).

R – No início de palavra, é vibrante como o “r” do inglês em “red”. Exemplo: recibir (receber).

RR – O “r” repetido possui sempre som vibrante, forte, como em  “red”, no inglês. Exemplo: perro (cachorro).

T – Pronuncia-se como em “transporte”, com som seco. Não ocorre o som “tchi”, junto às vogais “e” e “i”. Exemplo: tía (tia), sentimiento (sentimento).

X – Em início de palavra ou diante de consoantes, possui som de “ss”. Exemplo: xerocopia (xerocópia), extraño (estranho). Quando for seguida por vogal (mesmo quando antecedida de “h”), possui som de “ks”. Exemplo: examen (exame), exhibición (exibição).

Y – Junto as vogais, possui som semelhante a “j”. Exemplos: yo (eu), ayudar (ajudar). Quando estiver em fim da palavra, possui som de “i”. Exemplos: estoy (estou), Uruguay (Uruguai).

Observações

  • Na língua espanhola todas as letras são femininas.
  • Assim como no português, na língua espanhola o “h” não é pronunciado.
  • A letra “ñ” tem sua pronúncia, em português, equivalente ao “nh”.
  • Na língua espanhola não existe o sudo do dígrafo “ss”, porém o “s” tem o mesmo som equivalente ao “ss” do português.
  • A letra “z” possui pronúncia equivalente, em português, ao “ss”.

- Publicidade -

Você vai gostar também

- Publicidade -

Não perca nossas novidades!

Assine nossa newsletter e receba novidades e dicas grátis em seu email.

Muito bem! Confirme seu email e você receberá dicas em primeira-mão! :)