A pronúncia do inglês apresenta algumas dificuldades para quem não tem contato com esse idioma. Além dos sons específicos, com frequência muito distantes dos sons do português, a grafia das palavras nem sempre oferece uma base precisa para a pronúncia. Uma mesma vogal ou um determinado grupo vocálico, por exemplo, pode adquirir sons diferentes de uma palavra para outra. Assim, na língua inglesa a acentuação e a pronúncia devem ser aprendidas, pois não há como defini-las por regras.

Você vai encontrar aqui algumas observações sobre a fonética, pois é importante que você conheça algumas particularidades da pronúncia do inglês.

As vogais

Em inglês, o som de cada uma das vogais nem sempre é o mesmo. Além disso, quando aparecem reunidas em grupos vocálicos, sua pronúncia se altera completamente. Veja alguns exemplos:

a pode ter som de “a” aberto, “a” fechado, “ei”, “ó”, “é”, “e”: car [car], ago [âgou], take [teik], ball [bóll], have [hév], stay [stei].

e pode ter som de “é”, “i”, “â”: yes [iés], she [chi], prefer [prifâr].

i pode ter som de “ai”, “â”, “i”: five [faiv], sir [sâr], sit [sit].

o pode ter som de “ó”, “ou”, “â”, “u”: not [nót], no [nou], son [sân], do [du].

u pode ter som de “u”, “â”, “iu”: put [put], sun [sân], cure [kiur].

w em geral tem som de “u”: win [uin], when [uén]

y em geral tem som de “i”: you [iu]

ai pode ter som de “ei”, “é”: rain [rein], said [séd]

aw em geral tem som de “ó”: saw [só]

ee pode ter som de “iâ”, “i”: beer [biâr], sleep [slip]

ea pode ter som de “i”, “iâ”, “a”, “é”: read [ri:d], clear [kliâr], heart [hart], head [héd]

oo pode ter som de “u”, “ó”: book [buk], door [dór]

ou pode ter som de “auâ”, “au”: hour [auâr], house [hauz]

ow pode ter som de “au”, “ou”: now [nau], grow [grou]

As consoantes

Há consoantes e grupos consonantais cuja pronúncia é muito própria do inglês, dando a esse idioma um som característico.Veja alguns exemplos:

ch é pronunciado como “tch” ou como “k”: chair [tchér], Cristmas [krismâs]

g é pronunciado como “dj” quando antes de i, y, e, em alguns casos, também de e: gymnast [djumnést], gin [djin], gentleman [djéntâlmen] – mas get [guét]. Quando precedido de n, o “g” mal se pronuncia. Muitas vezes, o grupo ng adquire quase um som de “nh” em português: long [lón(g)], morning [mórninh]. Antes de n não é pronunciado: sign [sain].

h pode ser mudo ou ter o som aspirado, inexistente no português. O h aspirado é pronunciado como se soltássemos ar com força pela boca: hour [auâr], house [hauz].

gh na maioria das vezes não se pronuncia, mas pode ter som de “f”: right [rait], enough [inâf].

j tem som de “dj”: june [djun].

r tem um som característico. É como se fosse um “r” fraco pronunciado com a língua “enrolada”.

th pode ter um som surdo, como o “ss” pronunciado por quem tem língua presa. Em outros casos, é mais leve, como um “z” pronunciado entre os dentes: thank [thénk], that [dhét].

O alfabeto inglês

A a B b C c D d E e F f
 ei  bi ci di i éf
 G g H h I i J j K k L l
dji eitch ai djei kei él
M m N n O o P p Q q R r
ém én ou pi kiu ar
S s T t U u V v W w X x
és ti iu vi dâbliu éks
Y y Z z
uai zi