A gíria é uma linguagem de caráter popular, criada e usada por determinados grupos sociais ou profissionais. São criadas para substituir termos ou conceitos oficiais (usados tradicionalmente). Muitas gírias são criadas pelos jovens e adolescentes, em função da necessidade de buscar palavras e conceitos novos.

Les d’jeunes, les vioc

[os jovens, os velhos]

“D’jeunes” vem a contração de “des” e “jeunes” (jovens), “le language des jeunes”

“Vioc” é usado para falar das pessoas velhas e algumas vezes também é usado para falar dos próprios pais. Essa forma vem, possivelmente da contração de “vielle” (velha) e “loque” (trapo).

Mon vioc ne veut pas que je sorte ce soir. [Meu pai/velho não quer que eu saia hoje à noite.]

Comment je me suis mangé la gueule!

[Cara, estou destruído!]

“Gueule” é o focinho de um animal (la gueule du loup/chien/crocodile) e também começou a ser usado para indicar a cara de uma pessoa (a fuça!):

Ferme ta gueule! [Cala a boca!]
T’as une salle geule ce matin! [Sua cara está terrível hoje!]
T’as vu le mec? Quelle belle gueule! [Viu aquele cara? Como ele é lindo!]

No contexto acima, “mangé” quer dizer machucar-se ou fracassar num modo geral:

Je me suis mangé en moto. [Bati a moto e me machuquei.]
Merde, je me suis mangé à mon exam de maths! [Merda, me ferrei na prova de matemática!]

Note que o uso de comment é errado aqui, deveria ser comme. também Tu asse torna t’as ou ta!

Arrête de te la péter!

[Pára de se exibir!]

Se la péter é ser pretencioso, esnobe. O verbo péter também se refere ao pum ou quando algo explode, quebra, rasga etc.

Il ne faut pas péter en public. [Nunca se deve soltar pum em público.]
J’ai pété la télé. [Quebrei a TV.]
La situation internationale va finir par péter. [A situação internacional vai acabar explodindo qualquer dia desses.]

Il n’y a que des thons dans cette boîte, on se casse?

[Tem muito mina feia nessa balada, vamos embora?]

Thon é atum e pode ser usado para se referir a uma mulher feia, tipo “bagulho”, “baranga” etc. Como em português, temos que ter cuidado ao usar esse tipo de palavra.

boîte em questão tem dois sentidos: a discoteca, boate mesmo, e também se refere ao fato de que as pessoas estão apertadas numa balada como numa boîte à sardines (lata de sardinhas).

O verbo se casser (quebrar-se) aqui é usado com o sentido de ir embora, “vazar”.

Je kiff cette meuf!

[Tô curtindo essa mina!]

Aqui vemos a influência dos imigranates árabes no linguajar dos jovens. Kif é a palavra em árabe para “sentido de bem-estar/felicidade” (também pode significar a combinação de tabaco e haxixe) e é muito usado entre os jovens para substituir os verbos gostar e amar,

Une meuf é a palavra em verlan mais comum hoje. É a inversão da palavra femme –> me fem –> meuf.

Ce bouffon, il est trop chelou.

[Esse idiota é muito esquisito]

Le bouffon é uma palavra muito antiga, é o bobo da corte. Hoje em dia é usada para indicar que alguém é um perdedor, alguém que ninguém respeita.

Chelou é a forma verlan de louche, algo que é esquisito ou não é normal. Literalmente, louche também quer dizer “concha” (utensílio doméstico).