Conheça As Regras Fundamentais do Esperanto. Estas regras dizem respeito a características próprias do Esperanto.

As primeiras oito regras se referem às principais classes de palavras. Muitas de suas características estão presentes no Esperanto e nas demais línguas modernas. A outras regras dizem respeito a características próprias do Esperanto.

O Alfabeto do Esperanto

A língua internacional Esperanto usa as cinco vogais seguintes: a, e, i, o, u, que se pronunciam: á, ê, i, ô, u, mesmo nas sílabas que não sejam tônicas […] Ver mais de Alfabeto

Regra 1: Artigos

A palavra usada para definir uma ideia é o artigo. Ela tem este nome, por que serve para articular (encaixar) e distinguir uma ideia de outra […] – Ver mais de Artigos

Regra 2: Substantivos

A palavra usada para dar nome a uma ideia é o substantivo. Ela tem esse nome porque, em geral, representa a substância dessa ideia, que se pode tocar, ou não […] – Ver mais de Substantivos

Regra 3: Adjetivo

A palavra usada para dar característica ou qualidade é uma ideia é o adjetivo. Ela tem este nome, porque, em geral é colocada junto ao nome substantivo para indicar […] – Ver mais de Adjetivo

Regra 4: Numeral

Estes número não variam, ou seja, não sofrem mudanças. São escritos sempre da mesma forma. Os números que vê após o dez na sequencia […] – Ver mais de Numeral

Regra 5: Pronome

A palavra utilizada em lugar de um nome é o pronome. Essa palavra é utilizada para se referir ao nome, no lugar dele […] – Ver mais de Pronome

Regra 6: Verbo

A palavra utilizada para expressar uma ação é o verbo, que coloca esta ação em um determinado tempo e serve para ligar quem pratica a ação à ideia que sofre essa ação […] – Ver mais de Verbo

Regra 7: Advérbio Derivado

A palavra utilizada para expressar condição ou circunstância é o advérbio. Em geral, esta palavra modifica o sentido de um verbo, como indica o […] – Ver mais de Advérbio Derivado

Regra 8: Preposição

A palavra utilizada para expressar relação de sentido entre duas ideias é a preposição, que tem este nome, pois é colocada numa posição antes da palavra que […] – Ver mais de Preposição

Regra 9: Escrita

O alfabeto do Esperanto possui 28 letras e para cada uma delas só existe um único som. Assim, ele possui apenas 28 sons. Esta relação entre letras e sons é perfeita […] – Ver mais de Escrita

Regra 10: Pronúncia

A pronúncia na língua internacional deve ser clara. Quando um aluno começa a estudar línguas estrangeiras, por meio de materiais didáticos, dificuldades de […] – Ver mais de Pronúncia

Regra 11: Palavras Compostas

O Esperanto forma as ideias por meio de suas palavras, cuja formação básica é: raiz + terminação (vogal final) […] – Ver mais de Palavras Compostas

Regra 12: Negação

O que predomina no Esperanto é a lógica e a simplicidade. Zamenhof procurou, portanto, aproveitar o que é essencial nas línguas para a comunicação eficaz, deixando de lado […] – Ver mais de Negação

Regra 13: Acusativo de Direção

Hoje em dia, existe um aparelho eletrônico que nos auxilia a localizar determinada rua no mapa, o GPS, traduzido em Esperanto por […] – Ver mais de Acusativo de Direção

Regra 14: Preposição Indefinida

Segundo a Regra de Preposição, elas são palavras que ligam dois termos: a ideia que comanda (regente) é ligada à ideia comandada (regida) por uma […] – Ver mais de Preposição Indefinida

Regra 15: Palavras Internacionais

Em breve -Desde seu início, o Esperanto foi planejado com um conjunto de palavras que possibilita para o falante – esteja ele no nível mais básico […] – Ver mais de Palavras Internacionais

Regra 16: Apóstrofo

Em breve – Quando Zamenhof criou as bases da língua, achou que ela também deveria contribuir para a divulgação da literatura e de outras manifestações artísticas […] – Ver mais de Apóstrofo