Alfabeto

Na Alemanha, para soletrar as palavras usam-se os exemplos listados à direita das letras.

A – AntonO – Otto
A – ÄrgerÖ – Ökonom
B – BertaP – Paula
C -CäsarQ – Quelle
CH -CharlotteR – Richard
D – DoraS – Samuel
E – EmilSCH – Schule
F – FriedrichT – Theodor
G – GustavU – Ulrich
H – HeinrichÜ – Übermut
I – IdaV – Viktor
J – JuliusW – Wilhelm
K – KaufmannX – Xanthippe
L – LudwigY – Ypsilon
M – MarthaZ – Zacharias
N – Nordpol

Elementos de Gramática

Substantivos

Os substantivos são escritos sempre com inicial maiúscula. Em alemão há três gêneros gramaticais (masculino, feminino, neutro), indicados pelo respectivo artigo definido (der, die, das). É quase impossível estabelecer regras para a determinação do gênero dos substantivos ou para a formação do plural. As maneiras mais frequentes de formar o plural são:

Sem qualquer alteração: das Zimmer, die Zimmer (o quarto, os quartos);

Com o uso de metafonia (Umlaut) sobre as vogais a, o e u: der Vater, die Väter (o pai, os pais);

Pela desinência -e: der Brief, die Briefe (a carta, as cartas);

Pela desinência -e e metafonia: der Zug, die Züge (o trem, os trens);

Pela desinência -er: das Kind, die Kinder (a criança, as crianças);

Pela desinência -er e metafonia: das Buch, die Bücher (o livro, os livros);

Pelas desinências -en ou -n: der Mensch, die Menschen (o homem, os homens); der Name, die Namen (o nome, os nomes);

Pela desinência: -s: das Hotel, die Hotels (o hotel, os hotéis);

Enquanto os complementos em português são regidos por preposições, o alemão utiliza quatro casos de declinações: nominativo (sujeito: eu); genitivo (de mim), dativo (para mim), acusativo (complemento direto). Os casos distinguem-se uns dos outros pelo artigo e, às vezes, também pela desinência do substantivo. Nos nomes próprios (de pessoas ou locais geográficos) acrescenta-se -s para declinar o genitivo: Peters Bush (o livro de Pedro); Portugals Schönheit (a beleza de Portugal).

Declinação dos substantivos e do artigo definido

Singularmasculinofemininoneutro
Nominativoder Manndie Fraudas Kind
Genitivodes Mannesder Fraudes Kindes
Dativodem Mannder Fraudem Kind
Acusativoden Manndie Fraudas Kind
Pluralmasculinofemininoneutro
Nominativodie Männerdie Frauendie Kinder
Genitivoder Männerder Frauender Kinder
Dativoden Männernden Frauenden Kindern
Acusativodie Männerdie Frauendie Kinder

Artigos

O artigo definido der, die, das (o, a, os, as) é sempre declinado e concorda com o substantivo em número, gênero e grau, conforme se vê no quadro. O mesmo é válido para o artigo indefinido ein (um, uma, etc.), que segue as desinências do artigo definido e só se usa no singular.

Artigos indefinidos
masculinofemininoneutro
Nominativoeineineein
Genitivoeineseinereines
Dativoeinemeinereinem
Acusativoeineneineein

A mesma declinação de ein é usada para kein, que tem um significado negativo e também se usa no plural: keine, keiner, keinen, keine.

Kein representa uma negação absoluta e é utilizado quando, em português, um substantivo não é precedido de artigo: Ich habe keinen Hunger (Não tenho fome); ou mesmo quando é acompanhado do adjetivo “nenhum”: Ich kenne keine Kinder hier (Aqui não conheço nenhuma criança). Também é usado com um sentido indeterminado: Haben Sie keine Briefe für mich? (Não há nenhuma carta para mim?).

Adjetivos

Em alemão, ao contrário do português, o adjetivo usado com  função de predicado é sempre invariável: der Vater is alt (o pai é idoso); die Mutter is alt (a mãe é idosa). O adjetivo usado com função de atributo precede sempre o substantivo e concorda com este em número, gênero e grau. Ou seja, é declinado. Há três tipos de declinação do adjetivo, conforme o substantivo ao qual se refere seja precedido de:

I. artigo definido (der, die, das), um dos adjetivos demonstrativos dieser (este) ou jener (aquele), ou mesmo um dos adjetivos indefinidos alle (todos), jeder (cada), mancher (algum, muito);

II. artigo indefinido (ein, eine, ein), um adjetivo possessivo (mein, dein, etc.) ou indefinido kein;

III. nenhum artigo ou outro determinativo.

Declinações do adjetivo

Singular
masculinofemininoneutro
IIIIIIIIIIIIIIIIII
Nominativo-e-er-er-e-e-e-e-es-es
Genitivo-en-en-en-en-en-er-en-en-en
Dativo-en-en-em-en-en-er-es-en-em
Acusativo-en-en-en-e-e-e-e-es-es
Plural
masc., femin. e neutro
Nominativo-en-en-e
Genitivo-en-en-er
Dativo-en-en-en
Acusativo-en-en-e

Ex.: I. Das schwarze Kleid (o vestido preto); II. Ein schwarzes Kleid (um vestido preto); III. Schwarze Schuhe (sapatos pretos).

Graus de comparação do adjetivo

Se o adjetivo tem uma função de predicado, forma-se do seguinte modo (o comparativo de inferioridade é pouco usado).

Comparativode superioridadeadjetivo com o sufixo -er + als
de igualdadeso + adjetivo + wie
Superlativorelativoam + adjetivo com o sufixo -(e)sten
absolutosehr + adjetivo

Muitos adjetivos monossilábicos sofrem metafonia no a, o e u: warm (quente), wärmer (mais quente), am wärmsten (o mais quente). Se o adjetivo tem função atributiva, segue a declinação normal.

Pronomes pessoais

Nominativo, Genitivo, Dativo e Acusativo

singularplural
3ª masc.3ª fem.3ª neutro
ichduersieeswirihrsie
meinerdeinerseinerihrerseinerunsereuerihrer
mirdirihmihrihmunseuchihnen
michdichihnsieesunseuchsie

Usa-se sempre a terceira pessoa do plural no tratamento formal, mesmo que se esteja fazendo referência a uma só pessoa (o senhor, a senhora); os respectivos pronomes são escritos com letra maiúscula (Sie, Ihrer, Ihnen, Sie).

Nos verbos reflexivos usa-se o pronome sich na terceira pessoa, tanto no singular como do plural; nas outras pessoas usam-se os pronomes pessoais no acusativo ou no dativo (de acordo com o significado): er wäscht sich (ele se lavra); die Kinder waschen sich die Hände (as crianças lavam as mãos); ich wasche mich (eu me lavo); ich wasche mir die Hände (eu lavo as mãos).

Adjetivos e pronomes possessivos

singularplural
PessoaMasculinoFemininoNeutroMasc., fem. e neutro
ichmeinmeinemeinmeine
dudeindeinedeindeine
erseinseineseinseine
sieihrihreihrihre
esseinseineseinseine
wirunserunsereunserunsere
ihreuereureeuereure
sieihrihreihrihre

Em alemão, os adjetivos possessivos são sempre usados sem artigo e precedem o substantivo: mein Haus (a minha casa). Também seguem a declinação do artigo: ich sehe meinen Vater (vejo o meu pai). Para falar de forma cortês, utilizam-se os possessivos correspondentes à terceira pessoa do plural, com letra maiúscula (Ihr, Ihre).

Adjetivos e pronomes demonstrativos

São dieser (este) e jener (aquele), e declinam-se como os artigos definidos. Os artigos definidos, que também podem ser utilizados como pronomes demonstrativos, seguem sempre a sua própria declinação.

Pronomes relativos

Tais pronomes têm as mesmas formas do artigo definido, com exceção do genitivo (masculino e neutro singular, dessen, feminino, deren, plural, deren) e do dativo plural (denen). Em gênero e número, concordam com o substantivo da oração principal a que se referem; no caso, concordam com o verbo da oração subordinada da qual dependem.

Adjetivos e pronomes interrogativos

de pessoas (quem?)de coisas (o quê?)
Nominativowerwas
Genitivowessen
Dativowem
Acusativowenwas

Os adjetivos interrogativos welcher (o qual) e was für ein (que espécie de) declinam-se como os artigos.

Adjetivos e pronomes indefinidos

AdjetivosPronomes
qualquer umirgend ein
algunseinigeeinige
alguémjemand
qualquer coisaetwas
cadajeder
todosjedermann
nenhumkein
ninguémniemand
nadanichts
tudo, todoall, ganzalles
o mesmoderselbederselbe
outroanderanderer
muito, muitosvielvieler
pouco, poucosweningweninger
talsolchsolcher

O pronome indefinido se deve ser traduzido por man, seguido pelo verbo na terceira pessoa do singular: man sagt (diz-se).

Preposições

Estão agrupadas conforme o caso que regem.

Regem sempre o acusativo

bisaté
durchatravés
fürpara
gegencontra, para
ohensem
umpor volta de (horas)

Regem sempre o dativo

ausde
außeralém de
beijunto de, com
gegenüberem frente de
mitcom
nachdepois de, para
seitdesde
vonde, por
zuem, para, para casa de

Regem sempre o genitivo

außerhalbfora de
innerhalbdentro de
stattem vez de
trotzapesar de
währenddurante
wegenpor causa de

Regem o dativo, no caso de complemento de lugar “onde”, e o acusativo, no caso de complemento de lugar “para onde”:

ana, em, sobre (com contato)
aufem, sobre (com contato)
hinteratrás de
nebenperto de (sem contato)
inem, dentro de
übersobre, por cima de (sem contato)
untersob, embaixo de, entre (três ou mais)
vordiante de
zwischenentre (dois)

Conjunções e advérbios

Em muitos casos, o advérbio de modo coincide com o adjetivo: langsam (lento e lentamente). Os advérbios de lugar (cá, lá, aqui, ali) são normalmente compostos por da (lugar onde), hin (lugar para onde) ou her (lugar de onde), unidos à preposição pedida pelo verbo da frase: durauf, hinaus, herein, etc. Acontece o mesmo com o advérbio wo nas frases interrogativas e relativas. Eis alguns dos advérbios e conjunções mais comuns:

comowie
ondewo (lugar onde), wohin (lugar para onde), woher (lugar de onde)
porqueweil (warum nas frases interrogativas)
quantowieviel (warum nas frases interrogativas)
quandoals, wenn (wann nas frases interrogativas)
enquantowährend 
antes quebevor
depois quenachdem
para quedamit
visto queda
quedaß
sewenn (ob nas frases interrogativas indiretas)
eund
ouoder
masaber, sondern
tambémauch

Verbos

Em alemão usam-se sobretudo três tempos do indicativo: o presente, o pretérito perfeito composto e o Präteritum, que corresponde ao pretérito perfeito simples e ao imperfeito.

Para exprimir uma ação que se passa no futuro, usa-se em geral o verbo no presente, sobretudo se a frase tiver advérbios de tempo que se referem à ação futura. (por exemplo, morgen, amanhã); nos outros casos recorre-se ao auxiliar werden seguido do infinitivo.

No infinitivo, todos os verbos alemães terminam por -en ou -n e dividem-se em fracos (ou regulares) e fortes (ou irregulares).

Se o radical de um verbo fraco (isto é, sem a desinência -en ou -n do infinitivo) terminar em –d, -t ou mesmo em -m ou -n precedido de uma consoante que não seja um r, l ou h, coloca-se um -e- entre o radical e as desinências da segunda e da terceira pessoas do singular e da segunda do plural, no presente e um –et– no Präteritum.

Os verbos fortes, por outro lado, modificam a vogal do radical na segunda e terceira pessoas do singular do presente e em todo o Präteritum.

Os verbos auxiliares são três: sein, haben e werden.

Verbos auxiliares

Infinitivosein (ser, estar)haben (ter)werden (tornar-se*)
Particípiogewesen (sido, estado)gehabt (tido)geworden (tornado)
Presente (sou, estou, tenho, etc.)
ichbinhabewerde
dubisthastwirst
eristhatwird
wirsindhabenwerden
ihrseidhabtwerdet
sie, Siesindhabenwerden
Präteritum (era, fui, tinha, tive, etc.)
ichwarhattewurde
duwarsthattestwurdest
erwarhattewurde
wirwarenhattenwurden
ihrwarthattestwurdet
sie, Siewarenhattenwurden
Imperativo (sê, tem, etc.)
seihab(e)werde
seidhabtwerdet
seien, Siehaben Siewerden Sie
Futuro (serei, terei, etc.)
ich werde seinich werde habenich werde werden
Pretérito perfeito composto (tenho sido, tenho estado, tenho tido, etc.)
ich bin gewesenich habe gehabtich bin geworden

* quando não é auxiliar

Verbos de modo

Denominam-se verbos auxiliares de modo os seguintes vernos, que têm uma conjugação especial:

Infinitivo
dürfen
(poder, ter licença, ser lícito)
Können
(poder, ser capaz de, saber)
mügen
(querer, desejar, gostar)
müssen
(dever, ter de, ser obrigado a)
sollen
(dever, ser obrigado a)
wollen
(querer, ter a inteção de)
Presente
ichdarfkannmagmußsollwill
dudarfstkannstmagstmußtsollstwillst
erdarfkannmagmußsollwill
wirdürfenkönnenmögenmüssensollenwollen
ihrdürftkönntmögtmüßtsolltwollt
siedürfenkönnenmögenmüssensollenwollen
Präteritum
durftekonntemochtemußtesolltewollte

Verbos fracos e fortes

Alguns verbos fracos formam o particípio passado sem o prefixo ge-: studieren (estudar), studiert (estudado). Forma-se o pretérito perfeito composto com presente de haben ou sein e o particípio passado do verbo.

Em geral, usa-se haben (também com os verbos reflexivos: ich habe mich gewaschen, lavei-me). Usa-se sein (mesmo com o próprio sein) com bleiben (ficar, permanecer) e com verbos que indicam movimento ou mudança de estado: ich bin zu Hause geblieben (fiquei em casa): er ist nach Deutschland gefahren (foi para a Alemanha); er ist reich geworden (tornou-se rico).

Este tempo verbal, usado sobretudo na conversação, reporta-se a um passado próximo e traduz-se normalmente, em português, pelo pretérito perfeito simples.

Verbos fracosVerbos fortes
Infinitivowohn-en (morar)arbeit-en (trabalhar)geb-en (dar)
Particípio passadoge-wohn-t (morado)ge-arbeit-e-t (trabalhado)ge-geb-en (dado)
Presente (moro, trabalho, dou, etc.)
ichwohn-earbeit-egeb-e
duwohn-starbeit-e-stgib-st
erwohn-tarbeit-e-tgib-t
wirwohn-enarbeit-engib-en
ihrwohn-tarbeit-e-tgeb-t
sie, Siewohn-enarbeit-engeb-en
Präteritum (morava, trabalhava, etc.; morei, trabalhei, etc.)
ichwohn-t-earbeit-et-egab
duwohn-t-estarbeit-et-estgab-st
erwohn-t-earbeit-et-egab
wirwohn-t-enarbeit-et-engab-en
ihrwohn-t-etarbeit-et-etgab-t
sie, Siewohn-t-enarbeit-et-engab-en
Imperativo (mora, trabalha, dá, etc.)
wohn-earbeit-egib
wohn-tarbeit-e-tgeb-t
wohn-en Siearbeit-en Siegeb-en Sie

Verbos de partícula separável e inseparável

Muitos verbos são compostos por partículas, preposições ou advérbios. Os compostos pelos prefixo be-, emp-, ent-, er-, ge-, ver-, zer-, wider- são inseparáveis e mantêm-se invariáveis, formando o particípio passado sem ge-. Os compostos por uma preposição ou advérbio em que recai o acento tônico são separáveis; no presente, no Präteritum e no imperativo a partícula inicial é colocada no fim da oração principal, enquanto no particípio passado se insere o ge- entre as duas partes: ich komme in Bonn an (chego a Bonn); ich bin in Bonn angekommen (cheguei a Bonn).

Voz Passiva

Formam-se a voz passiva com o auxiliar werden e o particípio passado do verbo. O complemento agente da passiva, que corresponde ao sujeito da voz ativa, é precedido de von: die Eltern lieben ire Kinder (os pais amam os seus filhos); die Kinder werden von ihre Eltern geliebt (os filhos são amados pelos pais).

Verbos fortes

Eis uma lista dos mais fortes, apresentados na seguinte ordem: infinitivo, Präteritum e particípio passado.

beginnen (começar)begannbegonnen
bewegen (mover)bewogbewogen
bieten (oferecer)botgeboten
binden (atar, ligar)bandgebunden
bitten (pedir)batgebeten
bleiben (ficar)bliebgeblieben
bringen (trazer)brachtegebracht
denken (pensar)dachtegedacht
essen (comer)gegessen
fahren (ir, viajar)fuhrgefahren
fallen (cair)fielgefallen
finden (encontrar)fandgefunden
geben (dar)gabgegeben
gehen (ir, caminhar)ginggegangen
kennen (conhecer)kanntegekannt
kommen (vir)kamgekommen
lassen (deixar)ließgelassen
laufen (correr)liefgelaufen
lesen (ler)lasgelesen
nehmen (tomar, levar)nahmgenommen
schlafen (dormir)schliefgeschlafen
schließen (fechar)schloßgeschlossen
schreiben (escrever)schriebgeschrieben
schwimmen (nadar)schwammgeschwommen
sehen (ver)sahgesehen
senden (enviar)sandtegesandt
singen (cantar)sanggesungen
sitzen (estar sentado)saßgesessen
sprechen (falar)sprachgesprochen
stehen (estar em pé)standgestanden
steigen (subir)stieggestiegen
sterben (morrer)starbgestorben
tragen (transportar, vestir)truggetragen
trinken (beber)trankgetrunken
tun (fazer, agir)tatgetan
vergessen (esquecer)vergaßvergessen
verlieren (perder)verlorverloren
waschen (lavar)wuschgewaschen
werfen (atirar)warfgeworfen
wissen (saber)wußtegewußt
ziehen (puxar)zoggezogen

Elementos de sintaxe

Em alemão, o sujeito é sempre expresso por um substantivo ou pronome, ocupando geralmente o primeiro lugar na oração. O adjetivo precede sempre um substantivo ao qual se refere. Os verbos transitivos pedem o acusativo. Quando há também um complemento no dativo, este geralmente precede o acusativo: er hat dem Bruder einen Brief geschrieben (ele escreveu uma carta ao irmão).

Oração principal

Em geral, o sujeito precede o verbo, enquanto a segunda parte do predicado (partícula separável, particípio passado ou infinitivo) ocupa o último lugar na oração: ich fahre nach Bonn ab (parto para Bonn); er will nach Bonn fahren (ele quer ir para Bonn); sie sind nach Bonn gefahren (eles partiram para Bonn).

O sujeito é colocado depois do verbo quando a frase começa por uma oração subordinada ou por um complemento a que se quer dar importância: Nach Berlin möcht ich fahren! (A Berlim eu gostaria de ir!).

Obtém-se a forma negativa colocando-se nicht antes do elemento que se quer negar: ich fahre nicht ab (não parto); ich habe die Frage nicht verstanden (não compreendi a pergunta).

Obtém-se a forma interrogativa invertendo o sujeito e o verbo: fahren Sie oft nach Deutschland? (você vai muitas vezes à Alemanha?)

Orações subordinadas

Nestas orações, o sujeito vem depois da conjunção, mas o verbo ocupa o último lugar (os verbos com partícula separável, neste caso, não se separam): ich fahre nach Berlin, weil die Stadt sehr schön ist (vou a Berlim porque a cidade é muito bonita). Nas orações subordinadas com um infinitivo, este é precedido por zu (nos verbos de parttícula separável, o zu fica entre esta e 0 radical do verbo): ich bitte dich, morgen nicht abzufahren (peço que não partas amanhã).

Pedem infinitivo simples, sem zu, além dos verbos auxiliares de modo já indicados, os verbos gehen (ir), helfen (ajudar), hören (ouvir), lassen (deixar), lernen (aprender), sehen (ver). No pretérito perfeito composto, estes verbos usam o infinitivo em vez do particípio: der Kranke hat die Reise nicht machen dürfen (o doente não pôde fazer a viagem).