É como chamamos a gratificação extra por serviço normal prestado a alguém; gorjeta, emolumento ou uma quantia que se oferece ou paga a alguém para induzi-lo a praticar atos ilícitos; suborno. No Brasil é muito mais comum associar esta palavra ao segundo significado.

A língua alemã tem palavras específicas para categorizar quem oferece e quem recebe propina em casos de corrupção. O verbo bestechen é usado para quem oferece. O substantivo para “corrupção” nesse caso é Bestechung.

Quem recebe a propina lässt sich bestechen, ou seja, “se deixa corromper, aceita/exige a propina”. O substantivo para este ato é Bestechlichkeit.

Die Bestechlichkeit: Corrupção passiva, o recebimento de propina.
Die Bestechung: Corrupção ativa, o oferecimento de propina

A propina é chamada informalmente de (das) Schmiergeld. Vem do verbo schmieren, que quer dizer, “espalhar (geleia, patê, manteiga etc. por ex. no pão), lubrificar, melar, untar”. Ou seja, é o dinheiro pra untar a mão do corrupto.

Em alemão também existe a palavra (die) Korruption. Ela é um conceito mais geral, que não indica quem fez o quê e engloba tanto o conceito de Bestechung quanto de Bestechlichkeit. Além disso, o Direito Penal alemão também diferencia receber pra fazer algo ilegal (Bestechlichkeit) de receber pra fazer algo legal (Vorteilsannahme).